Clube Internacional de Regata completa 118 anos com regata

No próximo dia 21 a flotilha santista de oceano vai se encontrar para a disputa da 4ª etapa do Circuito, que será válida também como comemoração aos 118 anos de existência do Clube Internacional de Regatas. Estão convidadas as classes ORC, IRC, RGS e RGS Silver. Os veleiros que não tiverem medição será adotado TMFAA de veleiro equivalente com medição RGS, penalizado com acréscimo de 0,5%, a critério da comissão técnica. As inscrições custam R$ 30,00 por tripulante e devem ser feitas na sede náutica do clube.

Confira o AR completo aqui.

tajaí Sailing Team apresenta novo barco de competição

 

 

A equipe do Itajaí Sailing Team – time de vela que representa o município em competições oficiais – apresentou na última segunda-feira, 21 de março, o novo veleiro de competição e o projeto 2016-2018. A embarcação pertencia ao velejador Torben Grael, dono de cinco medalhas olímpicas (duas de ouro, uma de prata e duas de bronze), e será utilizado nas próximas competições do time.

O novo veleiro da equipe itajaiense é um Soto 40, considerado um dos mais rápidos da classe Oceano. O barco tem 12,30 metros de comprimento, 3,75 de largura, 2,60 metros de calado, pesa 4.200 quilos e tem um mastro com 19,5 metros contados a partir da linha d´água. Trata-se de um barco planador que apresenta grande performance nos ventos de popa (parte traseira do barco) e través (tomada lateral) e, alguma vezes, veleja acima da velocidade do vento. A base do veleiro é a Marina Itajaí, uma das mais modernas do país.

O barco é um projeto do consagrado projetista náutico argentino Javier Soto Acebal e construído no estaleiro MBoats, em Buenos Aires, na Argentina. A equipe é treinada pelo velejador André Fonseca, o Bochecha, e tem no comando o velejador  Marcelo Gusmão.

De acordo com Alexandre dos Santos, coordenador do Itajaí Sailing Team, o desafio para 2016 é manter o bom desempenho da temporada passada e conquistar títulos. Ele acredita que a participação efetiva de Bochecha como técnico do time favorecerá o desenvolvimento da equipe.

Projeto Cape town x Rio de Janeiro/2019 

A aquisição do veleiro Soto 40 permite aos velejadores do Itajaí Sailing Team estabelecer objetivos que vão além dos cobiçados títulos nas competições do Calendário Brasileiro de Vela. Os velejadores vão aproveitar os acertos do barco nos próximos campeonatos para competirem na Regata Cape to Rio, entre Cape Town, na África do Sul, e Rio de Janeiro, em janeiro de 2019. Para adquirir experiência em travessias oceânicas, no entanto, antes de disputar a Cape To Rio de Janeiro, os velejadores vão participar de competições no Caribe e também em países da América do Sul como Argentina, Chile e Uruguai.

Calendário 2016

Maio

26 a 29 – Ubatuba Saling Festival

 Julho

02 a 09 – Semana de Vela de Ilha Bela e Brasileiro IRC

 Agosto

Ações de Divulgação no Rio de Janeiro

08 a 21 – Olimpíadas

Setembro

Projeto Caribe

24 – Refeno

30 – Fenat

 Outubro

08 – Regata Mormaii

22- Regata Santos RIO

28 a 30 – Circuito Rio

Novembro

12 – Regata Marejada

Dezembro

10 – Regata Volta a Ilha SC

O projeto do Itajaí Sailing Team tem o patrocínio da APM Terminals Itajaí, Multilog, JBS, Brasfrigo e Poly Terminais, e apoio da Anasol e Molim.

Fonte: Assessoria de imprensa

San Chico é campeão da Copa Cidade de Porto Alegre

O final de semana foi agitado para os gaúchos com a realização da XXII Copa Cidade de Porto Alegre. Trinta e quatro veleiros participaram da competição que teve regatas barla-sota  no sábado com vento forte e chuva, provando que o outono já chegou lá no sul, e regata de percurso médio e velejaço (para a classe Bico de Proa) no domingo, passando em frente a lugares históricos da cidade e também do Estádio do Beira-Rio, em um percurso de 16 milhas.

No final o título ficou com o San Chico III, de Xico Freitas, fita-azul da regata média e campeão da classe ORC com 7 pontos perdidos. Na RSG o campeão foi o Abaquar, de Julio Cesar Borell.

 

Jangadeiros promove Copa Cidade de Porto Alegre neste fim de semana

unnamed (34)

Neste final de semana  o Jangadeiros será, mais uma vez, sede da XXII Copa Cidade de Porto Alegre de Vela de Oceano, que faz parte da agenda tradicional e de destaque na programação do 244º aniversário da capital.

As inscrições para as regatas das classes Oceano e Solitário se estendem até às 11h de sábado (19), nas secretárias esportivas dos clubes filiados. Já as inscrições do Velejaço estão abertas até às 11h de domingo (20). O preço por tripulante é de R$30,00. A premiação será no final do evento, às 19h30min, na sede da Ilha. Em 2015, o evento reuniu mais de 150 velejadores.

Informações e inscrições: http://bit.ly/21vrEC3

3ª etapa do Circuito Santista vai ser disputada neste sábado

 

No próximo dia 19 o Clube Internacional de Regatas vai sediar a terceira etapa do Circuito Santista de Oceano. Estão convidadas as classes ORC, IRC, HPE-30, RGS e RGS SILVER, além de veleiros de oceano sem medição. As inscrições custam R$ 30,00 por tripulante e devem ser feitas na sede náutica do clube. A largada está prevista para as 12h e após a regata haverá canoa de cerveja no clube.

Confira o AR aqui e a ficha de inscrição aqui.

Regata Troféu Manfred Flöricke levou 22 barcos até à ilha Chico Manoel

25736147116_aff3704771_o
A edição 2016 da Regata Troféu Comodoro Manfred Flöricke – ilha Chico Manoel foi realizada neste fim de semana pelo Veleiros do Sul em Porto Alegre com a participação de 22 barcos das classes Hobie Cat 16, Soling e Laser. A competição foi composta por duas pernas com percurso de 12.5 milhas de distância cada uma. A largada de ida até a ilha Chico Manoel, subsede do clube, foi no sábado (12) às 10h10min em frente ao VDS na baia do Cristal. A esposa Walkiria e a filha Cláudia do ex-comodoro Manfred Flöricke, incentivador da regata e falecido 2010, acompanharam o procedimento de largada da Comissão de Regata.  
Os barcos seguiram rumo sul num contravento de 10 a 12 nós de intensidade, mas que durante o trajeto variou de velocidade. O primeiro barco a cruzar a linha de chegada montada nas proximidades da ilha Chico Manoel foi da classe HC 16 tripulado por Ricardo Lowy e Jaqueline Jardim às 11h45min20s.
Na perna de retorno realizada no domingo (13) a largada da ilha ocorreu às 11h45min20 com vento a favor de direção sul e rajadas que chegaram até 22 nós provocando de vez em quando capotadas dos HC durante o percurso. O primeiro a cruzar a linha foi a dupla do HC 16, com Eduardo Ekman e Francisco Ekman, às 12h40min. Algumas tripulações erraram a chegada (Veja a súmula: http://bit.ly/1XqOAkw).
De visita a Porto Alegre, o paulista Ricardo Lowy foi convidado pela flotilha do VDS para correr a regata. Com barco emprestado e velejando pela primeira vez com a gaúcha Jaqueline Jardim, o timoneiro de 45 anos foi o vencedor e gostou muito da regata. Na classe Soling a tripulação vencedora foi do barco Equilibrium com Nelson Ilha, Gustavo Ilha e Regis Silva. Na classe Laser Standard o título ficou com Augusto Moreira e na Radial com Henrique Dias.
Na ilha Chico Manoel os competidores se reuniram no Galpão da Ilha no sábado à noite para confraternizarem num churrasco. O evento de encerramento foi neste domingo na sede do Clube com a presença da família Flöricke. No final da premiação Ricardo Lowy fez questão de falar sobre a competição: “Foi excelente participar desta regata de percurso longo e conhecer a ilha. Eu também achei muito interessante a união da flotilha gaúcha. Todos estão de parabéns”, disse o timoneiro de 45 anos. 
Além dos prêmios foi instituído o Troféu Rotativo, no qual ficam gravados os nomes dos campeões, edição realizada a cada dois anos. É uma taça que pertenceu a Manfred Flöricke pela conquista do Campeonato Brasileiro da classe Sharpie de 1964, doação de Walquiria Flöricke, viúva do Comodoro Manfred.
Fonte: Veleiros do Sul

Paulista de Oceano será disputado em Santos, Ilhabela e Ubatuba

11119119_930259420330727_7100873113247262040_o

Esta notícia é para os saudosistas de plantão. Há algum tempo atrás o Campeonato Paulista de Oceano era disputado durante o ano todo, com etapas em Santos, Ilhabela e Ubatuba. Porém, de um tempo para cá ele deixou de existir e quem quisesse velejar teria que correr alguns eventos pontuais, como a Copa Suzuki ou o Ciruito Santista de Oceano.

Este ano, porém, a pedido de muitos velejadores, o campeonato paulista voltou!

Ele será aberto às classes IRC, ORC e RGS e RGS Silver e terá três etapas:

– 1ª Etapa: Ubatuba: Ubatuba Sailing Festival, de 26 a 28 de maio;

– 2ª Etapa: Ilhabela: Copa Suzuki, dias 11,12 e 17e 18 de setembro;

– 3ª Etapa: Santos, 1, 2 e 8 de outubro, quando será disputada a regata Volta a Ilha dos Arvoredos

O regulamento ainda não está pronto, mas fique de olho aqui no site que assim que ele sair, nós divulgaremos!

Ventaneiro é vice-campeão da St. Maarten Heineken Regatta

O Ventaneiro, de Renato Cunha, está no Caribe para uma série de competições em março e abril. E a estreia do time não poderia ter sido melhor, com um segundo lugar na St Maarten Heineken Regatta. A disputa foi acirrada com o Scarlet Oyster, com os brasileiros vencendo duas regatas e os ingleses as outras duas.

“O campeonato foi muito bom para nós. Foram quatro regatas, sendo duas de percurso, onde o conhecimento local das correntes foi primordial, e duas regatas barla-sota, ambas vencidas por nós. Terminamos a apenas um ponto do Scarlet Oyster, que já venceu várias vezes a Heineken Regatta”, disse o comandante Renato.

A próxima competição do Ventaneiro vai ser a St. Thomas International Regatta, nas Ilhas Virgens Americanas, de 25 a 27 de março.

Resultado completo da regata pode ser visto aqui.

Patoruzú conquista Fita Azul da Regata Noturna de Tamandaré

Regata Noturna - Tamandaré

A embarcação Patoruzú, de Higínio Marinsalta, conquistou no último sábado (5) o troféu Fita Azul da Regata Noturna de Tamandaré. A embarcação construída no Cabanga Iate Clube de Pernambuco cruzou a boia de chegada às 5h57 e concluiu o percurso em 5h53.

A segunda posição geral ficou com a embarcação Jahú 2, de Luis Moriel, com o tempo real de 6h. O veleiro Avoador, de Flávio Lobo, finalizou o trajeto em 6h49. A primeira regata noturna de 2016 foi válida pela segunda etapa do Campeonato Pernambucano de Vela Oceânica de 2016.

Na disputa por categoria, o Carcará II, de Paulo Almeida, terminou em primeiro na RGS A e Avatar, de Paulo Almeida Filho, em segundo. Na Mocra Cruzeiro, Avoador 2 garantiu a primeira colocação e Algo +, de Gésio Lira, na segunda colocação. Na Mocra Regata, Patoruzú ficou na liderança, seguido por Jahú 2 e Centauro, de Álvaro da Fonte.

A Regata Noturna de Tamandaré foi organizada pelo Cabanga e pela Flotilha Recifense de Veleiros de Oceano (Frevo) e contou com o apoio da CEPENE, UFPE, ICMBio e Trade Turístico de Tamandaré.

A próxima disputa do Campeonato Pernambucano de Veleiros de Oceano será a Taça Comodoro, próximo dia 20 de março, na bacia do Pina.

Fonte: Cabanga