Land Rover BAR vence a America´s Cup World Series e chega com vantagem na America´s Cup

Depois de dois anos de competição chegou ao fim neste domingo a America´s Cup World Series. Na primeira etapa disputada na Ásia, o Land Rover BAR manteve a liderança e garantiu a vitória com uma regata de antecipação. Com isso o time comandado por Sir Ben Ainslie chega na disputa classificatória da America´s Cup no ano que vem nas Bermudas com dois pontos de vantagem.

“Garantir estes pontos de vantagem foram o nosso objetivo durante toda a temporada e neste evento. Os meninos fizeram um excelente trabalho. Esta vitória manda uma forte mensagem para os nossos apoiadores já que somos uma equipe nova na competição”, disse Ainslie.

Quem também chega com vantagem na série classificatória da AC no ano que vem é o Oracle Team USA, defensor do título da AC. Ao terminar a ACWS na segunda colocação, o time de Jimmy Spithill conquistou um ponto extra.

Resultado final da ACWS após a etapa de Fukuoka, Japão:

 

  1. Land Rover BAR — 512
  2. ORACLE TEAM USA — 493
  3. Emirates Team New Zealand — 485
  4. Artemis Racing — 466
  5. SoftBank Team Japan — 460
  6. Groupama Team France — 419

America’s Cup World Series chega ao fim neste domingo

Practice Day 0 of Louis Vuitton America's Cup World Series Fukuoka

Fukuoka, no Japão, já está pronta para receber a última etapa da America´s Cup World Series. Após dois anos de competições, esta é a primeira etapa que será disputada na Ásia e também a primeira edição do evento que conta com um time asiático, o SoftBank Team Japan.

O Land Rover BAR começa as disputas na liderança com 14 pontos de vantagem sobre o Oracle Team USA, segundo colocado, porém 90 pontos estarão em jogo até domingo. Seis regatas estão programadas, sendo três no sábado e três no domingo com pontuação dobrada.

Resultados acumulados da ACWS:

Land Rover BAR — 437

ORACLE TEAM USA — 423

Emirates Team New Zealand — 420

SoftBank Team Japan — 399

Artemis Racing — 391

Groupama Team France — 360

 

 

Trofeu mais antigo do mundo, América´s Cup divulga calendário das finais em 2017

 

ac-calendario2

A organização da America´s Cup divulgou nesta terça-feira o calendário da 35ª edição da competição. O evento vai ser disputado nas Bermudas, no Caribe, entre os dias 26 de maio e 23 de junho de 2017.

As primeiras regatas serão disputadas pelos seis times (cinco possíveis desafiantes mais o defensor do título) em uma série classificatória, chamada de Louis Vuitton America´s Cup Qualifiers, com dois round robins, ou seja, os seis times se enfrentarão duas vezes. A primeira regata será disputada pelo Oracle Team USA (defensor do título) e pelo Groupama Team France no dia 26 de maio. Esta fase termina no dia 3 de junho. Um detalhe interessante é que os dois primeiros colocados da America´s Cup World Series, evento que terminará em novembro próximo em Fukuoka, no Japão, chegarão nesta fase com dois e um pontos de vantagem respectivamente. O vencedor desta fase classificatória também terá um ponto de vantagem caso seja o OTUSA ou outro time que chegue na America´s Cup Match.

A partir do dia 4 de junho, os quatro melhores da fase classificatória, com exceção do OTUSA que avança direto para a America´s Cup Match, disputam as semifinais e nos dias 10, 11 e 12, os dois melhores disputam as finais. Esta fase será chamada de Louis Vuitton America´s Cup Challenger Playoffs.

Nos dias 17, 18, 24 e 25 de junho todos os olhares do mundo da vela estarão voltados para a disputa da America´s Cup Match e o título vai para aquele que marcar sete pontos primeiro. Caso seja necessário, as equipes poderão competir nos dias 26 e 27 de junho também.

VEJA O CALENDÁRIO COMPLETO

“As pessoas vão testemunhar as regatas da America’s Cup como nunca antes. O esforço mental e físico que é exigido dos atletas cresceu muito. Os catamarãs serão mais rápidos do que da última edição, mais manobráveis e deverão voar sobre foils em praticamente todo o percurso, desde que haja a condição perfeita. Mais importante, acho que a competição vai ser acirrada. Temos seis times excelentes se preparando para o próximo ano e tudo indica que teremos uma das mais difíceis e competitivas America´s Cup dos últimos 165 anos”, disse James Spithill, skipper do OTUSA.

jvon3573

Competições paralelas:

Enquanto o defensor e o desafiante se preparam para a grande disputa da America´s Cup, duas outras competições serão disputadas nas águas transparentes das Bermudas. A primeira será a Red Bull Youth America´s Cup, nos dias 12, 13, 15, 16, 20 e 21 de junho, que terá até 16 times de jovens velejadores a bordo dos AC45, catamarãs que estão sendo usados na ACWS, e a America´s Cup J Class Regatta, nos dias 16, 19 e 20 de junho, que reunirá os clássicos barcos da classe J.

Sobre a America´s Cup:

Trofeu mais antigo do mundo ainda em disputa, foi conquistado pela primeira vez em 1851 pela escuna America, em uma regata de volta a ilha de Wight, na Inglaterra. Atualmente está sob os cuidados do Golden Gate Yacht Club, que é representado pelo Oracle Team USA.

 

Sir Ben Ainslie vence etapa inglesa da America’s Cup World Series

O final de semana foi agitado em Porthsmouth, na Inglaterra, com a disputa da America´s Cup World Series. Foram três dias de competição, com o domingo valendo pontos em dobro e o time local do Ben Ainslie Racing (BAR) levou a melhor por apenas um ponto de vantagem sobre o Oracle Team USA. Os americanos foram melhores no domingo, mas os britânicos foram melhor nos outros dois dias.

“Foi um final de semana maravilhoso. Para nós, correr em Porthsmouth em frente ao nosso público foi a melhor coisa que poderíamos fazer”, disse Ainslie, que recebeu o prêmio das mãos do Duque e da Duquesa de Cambridge.

Confira o resultado final:

  1. Land Rover BAR; 82 pontos
  2. Oracle Team USA; 81
  3. Softbank Team Japan; 69
  4. ETNZ; 62
  5. Groupama Team France, 58
  6. Artemis Racing; 53

 

Artemis Racing vence a etapa de Chicago da ACWS

O final de semana foi agitado em Chicago com a disputa da America´s Cup World Series. O evento teve recorde de público com mais de 200 mil pessoas durante os três dias e mais de mil barcos na água na final, e vitória do Artemis Racing.

A ação começou na sexta-feira com duas capotagens nos treinos com ETNZ e Oracle Team USA. Rapidamente as equipes colocaram seus barcos na posição normal, recolheram os tripulantes que caíram na água e as regatas puderam recomeçar. Como manda a regra, o resultado da última regata treino do dia  pode ser computado caso não seja possível realizar regatas no dia seguinte.

E foi isso que aconteceu. O vento bom que apareceu na sexta, com rajadas de até 20 nós, simplesmente desapareceu no sábado. Bom para o SoftBank Team Japan, que venceu a última regata de sexta e computou sua primeira vitória na competição.

No domingo “Super Sunday”, que teve três regatas com pontuação dobrada, mais de mil barcos estiveram na água acompanhando a disputa acirrada entre os seis competidores. Na primeira regata do dia, o Land Rover BAR liderou de ponta a ponta. Na segunda, quem largou na frente foi o Groupama Team France, porém foi o Artemis que cruzou a linha de chegada na frente, com o Oracle Team USA bem na cola. Na última regata do dia, cinco dos seis barcos largaram colados e no final, quem se deu melhor, foi o SoftBank Team Japan.

“Para ser sincero, estou um pouco aliviado. Finalmente tivemos um dia com tempo bom que soubemos aproveitar. Andamos em quarto a semana toda e ficaríamos contente em terminar no top 3 em todas as regatas”, disse nathan Outteridge, skipper do Artemis.

Resultado da etapa de Chicago:

Artemis Racing – 9, 18, 20, 14 – 61
Land Rover BAR – 6, 20, 14, 18 – 58
SoftBank Team Japan – 10, 16, 10, 20 – 56
Emirates Team New Zealand – 7, 12, 16, 16 – 53
ORACLE TEAM USA – 5, 14, 18, 12 – 49
Groupama Team France – 8, 10, 12, 10 – 40

Com mais esta etapa concluída, o resultado acumulado é o seguinte:

Emirates Team New Zealand – 295
Land Rover BAR – 285
ORACLE TEAM USA – 285
Artemis Racing – 262
SoftBank Team Japan – 259
Groupama Team France – 234

 

AC world Series segue para Chicago neste final de semana

ORACLE TEAM USA training in Bermuda with the AC45S
15/02/16 – Hamilton (BDA) – 35th America’s Cup Bermuda 2017 – ORACLE TEAM USA – AC45S training

E neste final de semana do dia dos namorados no Brasil, os velejadores da America´s Cup estarão em Chicago para a disputa da sexta etapa da AC World Series. Seis regatas estão programadas, sendo três no sábado e três no domingo. Espera-se que a área de regatas de Chicago seja bem diferente do que os velejadores encontraram em Nova Iorque no mês passado. A previsão indica ventos mais constantes, com uma área de regatas longe dos grandes edifícios, como foi em NY. Se o vento sudeste se confirmar, a água deverá estar bem lisa, favorecendo as disputas acirradas. O Emirates Team New Zealand chega em primeiro, com 244 pontos acumulados, porém tudo pode acontecer. O Oracle Team USA, em segundo, está na cola, com 235 pontos, seguidos pelo Land Rover BAR, com 227.

 

 

Fukuoka, no Japão, será a primeira cidade a sediar uma etapa da LVWS

m1647_fukuokarendering

Pela primeira vez em 165 anos de história a America’s Cup será disputada na Ásia. A cidade escolhida foi Fukuoka, no Japão, e a etapa da America´s Cup World Series vai ser disputada de 18 a 20 de novembro.

“Esta será uma oportunidade incrível para mostrar o nosso esporte para novas audiências, não só para o Japão, como para toda a Ásia”, disse Russell Coutss, CEO da 35ª AC.

O Japão estará representado na competição pelo SoftBank Team Japan, o quarto time do país a disputar a competição.

ETNZ vence etapa americana da AC World Series

O final de semana foi agitado em Nova Iorque com a disputa da America´s Cup World Series. Há quase cem anos a competição não era disputada na cidade e o público compareceu em massa para prestigiar os seis times. Foram dois dias de regatas, sendo que o domingo (chamado de super Sunday) foi no estilo “winner take all”, com pontuação dobrada.

O sábado começou com vento fraco, que atrasou o início das regatas, e para garantir o show do domingo, uma regata a mais foi disputada, com vitória do SoftBank Team Japan. Este resultado, no entanto, não precisou ser computado, pois o vento apareceu forte no domingo, variando entre 17 e 20 nós.

O Emirate Team New Zealand dominou a competição e, mesmo depois de se enroscar na boia, venceu a regata, somando 52 pontos no final. O segundo lugar ficou com o Oracle Team USA, seguido por Groupama Team France, que teve a volta do skipper Franck Cammas, após um acidente durante treinos no final do ano passado. O ETNZ também lidera o acumulado da competição.

NY recebe ACWS neste final de semana

m111_crop169014_1024x576_proportional_1455592919C23D.jpg

Neste final de semana a cidade americana de Nova Iorque será sede da quinta etapa da America´s Cup World Series. E como a organização quis fazer a vila da regata em Manhattan e as regatas próximas do público, espera-se que esta etapa tenha uma das condições mais complicadas para se velejar.

“A corrente e a maré serão dois fatores significantes para a velejada no rio Hudson. Há uma maré que corre de dentro para fora, que pode ser de 2,5 nós, possivelmente chegando a 3 nós, descendo o rio, e que muda para a maré entrando no rio com 1,5 a 2 nós com a maré cheia e que entra do centro para a beirada do rio”, disse Roger Badham, meteorologista do ETNZ.

Estão programadas três regatas por dia, com 1h30 de duração total em cada dia. No domingo as regatas têm pontuação dobrada.

Franck Cammas volta a velejar depois de sério acidente

cammas

Nos dias 7 e 8 de maio vai ser disputada em Nova Iorque mais uma etapa da America´s Cup World Series. O evento marcará a volta de Franck Cammas ao comando do Groupama após o sério acidente que sofreu cinco meses atrás. Na ocasião ele treinava a bordo do GC 32 da equipe quando caiu do barco e lesionou seriamente a perna quando leme do barco o cortou. Com isso ele abandonou a campanha olímpica de Nacra 17.

“Foquei em pensamento positivo no momento em que soube que meu pé estava salvo. A partir dali dei o meu máximo na reabilitação e em outras atividades com o time. Acho que estas atitudes me colocaram em um círculo vicioso, que favoreceram a minha recuperação”, disse Cammas.

“Quando Franck conseguiu se mexer o suficiente durante uma sessão de treinos a bordo do GC32, que é um barco bastante arisco, ele passou a estar completamente liberado para velejar no AC45. A decisão foi rápida, ele será o timoneiro do Groupama Team France em Nova Iorque”, disse o técnico Bertrand Pacé.