2º Regata Prático Nelcy Campos acontece neste sábado

O Cabanga e a Flotilha Recifense de Veleiros de Oceano (Frevo) realizam, no próximo sábado (11), a II Regata Prático Nelcy Campos, com partida às 11h, do Marco Zero do Recife. O evento homenageia o prático Nelcy da Silva Campos, que há 31 anos salvou o Recife de uma tragédia, ao rebocar para alto mar um navio carregado de combustível em chamas e que poderia explodir o parque de tancagem do Porto do Recife.

A abertura oficial do evento será na sexta-feira (10) com uma homenagem ao Herói pernambucano contemporâneo Nelcy da Silva Campos, feita pelo Comodoro Delmiro Gouveia, no Cabanga. Haverá também uma apresentação sobre a importância da profissão Prático da Barra para o desenvolvimento econômico de uma região, além do destaque da experiência do governador Roberto Magalhães na condução da resolução do incêndio do Navio Jatobá, no Porto do Recife.

Continuar lendo “2º Regata Prático Nelcy Campos acontece neste sábado”

Scheidt fica a uma posição da medal race em Hyères

Robert Scheidt ‘bateu na trave’ na Semana Olímpica de Vela da França. Nesta sexta-feira (3), o bicampeão olímpico encerrou sua participação na flotilha ouro em Hyères subindo para a 11ª colocação, a apenas uma posição da medal race, que será neste sábado (4). A competição francesa reuniu 69 barcos e faz parte da preparação do brasileiro visando a vaga na Classe Laser da equipe nacional que vai disputar a Olimpíada de Tóquio, em 2020.

“Tivemos um dia bem duro, com vento muito forte. Começou 18 nós na primeira regata, subiu para vinte e poucos na segunda e chegou a 25, beirando os 30 nós, na terceira. Fui bem nas duas provas iniciais, ficando em sexto e décimo lugares. Infelizmente, na última, dei uma escorregadinha e poderia ter velejado melhor. Por pouco não estou na medal race, que era o objetivo aqui em Hyères”, explicou ele.

Continuar lendo “Scheidt fica a uma posição da medal race em Hyères”

Scheidt se classifica na flotilha ouro em Hyères

Robert Scheidt inicia a disputa da flotilha ouro da Semana Olímpica de Vela da França nesta quinta-feira (2), em Hyères. O bicampeão olímpico entra para a disputa de um lugar na medal race animado com a evolução na competição, a segunda em seu retorno à campanha olímpica na Classe Laser, na qual busca vaga na equipe nacional para competir em Tóquio, em 2020, e se tornar o recordista brasileiro em participações em Jogos, com sete.

No feriado do Dia do Trabalho, nesta quarta-feita (1 de maio), Robert foi recompensado pela dedicação e esforço na França. Após uma terça-feira (30), que definiu como ‘um pouco frustrante’, o bicampeão olímpico se recuperou, velejou bem e conseguiu dois sétimos lugares e um 11º, resultados que o fizeram subir na classificação geral, chegar à 19ª colocação (com 47 pontos perdidos) e a consequente vaga na flotilha ouro em Hyères.

Continuar lendo “Scheidt se classifica na flotilha ouro em Hyères”

Scheidt tem dia de superação na abertura da Semana Olímpica de Vela da França

O primeiro dia de regatas na Semana Olímpica de Vela da França foi de recuperação para Robert Scheidt. Nesta segunda-feira (29), em Hyères, o bicampeão olímpico fez um 16º lugar na abertura das disputas. Em seguida, na segunda prova da programação, melhorou dez posições e cruzou a linha de chegada na 6ª colocação. A competição reúne 69 barcos e faz parte da preparação do brasileiro visando a vaga na Classe Laser da equipe nacional que vai disputar a Olimpíada de Tóquio, em 2020.

Após o primeiro dia, Scheidt aparece na 16ª colocação na classificação geral, com 22 pontos perdidos. A liderança é de Sam Meech, da Nova Zelândia, vencedor das duas regatas, com apenas 2 pontos perdidos. “Foi um dia difícil, com vento de terra e fraco. Passamos muitas horas na água esperando o vento firmar. Larguei mal na primeira regata e tive que vir de trás na briga por posições, Na segunda fui melhor. Cheguei a estar em quarto, mas dois barcos me ultrapassaram na última perna de popa”, explicou o velejador.

Continuar lendo “Scheidt tem dia de superação na abertura da Semana Olímpica de Vela da França”

Scheidt disputa Semana de Vela de Hyères, na França

Robert Scheidt está em Hyères, onde, a partir desta segunda-feira (29), inicia a disputa da Semana Olímpica de Vela da França. Será a segunda competição do bicampeão olímpico na sua jornada em busca da classificação na Classe Laser para os Jogos de Tóquio, em 2020. “Cheguei na quinta-feira (25) e treinei na sexta e no sábado. Já me sinto mais preparado e estou bastante animado e confiante em conseguir boas velejadas”, conta.

Scheidt volta a competir menos de um mês após seu retorno às grandes competições. Dia 5 de abril, ele encerrava sua participação no 50º Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha. A avaliação foi positiva, pois, com apenas dois meses de treino e mais de dois anos afastado de importantes disputas na Classe Laser, ficou a apenas 12 pontos perdidos da medal race. Agora, vai colocar seu barco nas águas francesas com mais tempo de preparação. 

“Foi muito bom ter ido para Palma. Me fez evoluir bastante. Depois da competição na Espanha, também diz bons treinos em casa (no Lago Di Garda, na Itália). Com isso, estou bem animado”, explica o maior medalhista olímpico da história do Brasil, com cinco pódios. “Vamos ver se consigo melhorar o resultado em relação ao Princesa Sofia. Mas sei que será uma disputa dura. A flotilha está bastante forte. Vamos ter velejadores da Austrália e Nova Zelândia. Serão 150 a 160 barcos na água, com previsão de vento forte”, completa.

Continuar lendo “Scheidt disputa Semana de Vela de Hyères, na França”

Búzios sedia um dos maiores Sul-Americanos de Windsurf da história

A vela brasileira vem fazendo bonito mundo a fora e agora chegou a vez da vela mundial fazer bonito no Brasil. A partir desta quarta-feira a cidade de Búzios vai receber o Sul-Americano de Wind Surf, que já tem mais de 100 inscritos e tem tudo para ser um dos maiores dos últimos tempos. Serão quatro eventos em um: RS:X e RS:X Youth, Techno 293 e Techno 293 Plus, Formula, e Raceboard e Open Foil, sendo que para os Foils esta será a primeira edição de um campeonato sul-americano. Além dos brasileiros, estão confirmados atletas do Egito, México, Chile, Peru, que tem a maior delegação, com 18 atletas entre 12 e 17 anos, e Argentina, que usará a competição do RS:X para fazer a sua seletiva pan-americana.

“Estamos batendo recorde de inscritos no Sul-Americano e queremos manter Búzios na rota dos eventos internacionais, fazendo ao menos uma grande competição por ano”, disse Bimba, um dos maiores velejadores da modalidade do país e organizador do evento.

As regatas seguem até o dia 5 e os resultados podem ser acompanhados aqui.

Pernambucano de DS é disputado neste sábado

A sede de Maria Farinha do Cabanga receberá, no próximo sábado (27), a 2ª Etapa do Campeonato Pernambucano de Day Sailer. A competição, iniciada em março na Regata de Aniversário do Cabanga, tem como líder o barco Seu Alcir, comandado por Pedro Lima e Bruno Dourado.
Com duas vitórias em duas regatas, o Seu Alcir soma 2 Pontos Perdidos (PPs) e está na frente na competição seguido pelo Line, de Paulo Almeida e Pedro Almeida, com 5 PPs. A terceira colocação é ocupada pelo Varamundo, de Paulo Collier e Leonardo Mascarenhas, com 7 PPs.
No total, o Campeonato Pernambucano de Day Sailer será disputado em seis etapas. A terceira está marcada para o dia 18 de maio, a quarta será no dia 1º de junho, junto com a Batalha do Riachuelo, a quinta no dia 15 de junho e a sexta em 27 de julho.
Classificação do Pernambucano de Day Sailer

1º – Seu Alcir – 2 PPs (Pedro Lima e Bruno Dourado)

2º – Line – 5 PPs (Paulo Almeida e Pedro Almeida)

3º – Varamundo – 7 PPs (Paulo Collier e Leonardo Mascarenhas)

4º – Sarrabulho – 8 PPs (Joao Limeira e Flavio Moriel)

5º – Mare Mansa – 11 PPs (Lucio Acioli e Gustavo Araujo)

6º – Theu & Ceu – 13 PPs (Alfredo Nunes e Fernando Carvalho)

7º – Coraggio – 13 PPs (Lucas Barbalho e Victor Rafael)

8º – Odysseu – 14 PPs (Antonio Antunes e Antonio Henrique Antunes)

9º – Zeus – 19 PPs (Rene Hutzler e Bruno Ribeiro)

10º – Godot – 19 PPs (Paulo Malta e Homero Basilio)

Brasil é bronze no Sul-Americano de Snipe

Algarrobo, no Chile, foi o palco do Sul-Americano de Snipe 2019, que reuniu 32 duplas do Chile, Uruguai, Argentina, Brasil, Guatemala e Equador. O Brasil teve três representantes: Rafael Gagliotti e Henrique Gomes ficaram com a medalha de bronze, seguidos por Juliana Duque e Rafael Martins em quarto. René Hormazabal e Sidney Bloch ficaram com a 9ª colocação. Os campeões foram os chilenos Matías e Maria Seguel. O evento foi marcado por vento fraco, que permitiu a realização de apenas metade das oito regatas previstas na IR.

Confira o resultado completo.

Sul-americano de Finn reúne 11 atletas em Ilhabela

A Escola de Vela Lars Grae, em Ilhabela, foi a sede do Sul-Americano da classe Finn durante o feriado de Páscoa. Participaram da competição 11 velejadores do Brasil e Argentina. Antonio Moreira, do CNC/MB foi o grande campeão ao vencer todas as oito regatas. Ricardo Santos, do YCSA, e Arcélio Moreira, do CNC, completaram o pódio com a prata e o bronze respectivamente.

Confira o resultado completo aqui.

Juninho de Jesus e Rafael Carbalo são campeões do Sudeste de Snipe

O Yacht Club Santo Amaro recebeu, durante o feriado de Páscoa 33 duplas na disputa do Sudeste de Snipe. Os ilhabelenses Juninho de Jesus e Rafael Carbalo levaram o título seguidos por Christian Franzen e Giovana Simas em segundo e Caio Prado e Esdras de Jesus em terceiro. Foram 3 dias de regatas com vento fraco, permitindo a realização de apenas quatro regatas. Juninho levou o Troféu Bibi Juetz pela segunda vez consecutiva.

Confira o resultado geral clicando aqui.