Em chegada histórica, Mapfre vence mais uma na VOR

A equipe espanhola MAPFRE conseguiu, nesta terça-feira (8), uma vitória histórica na oitava etapa da Volvo Ocean Race 2017-18. O barco, que estava no grupo de trás durante quase todo percurso entre Itajaí (SC) e Newport (Estados Unidos), acelerou nos metros finais e ultrapassou Team Brunel e Dongfeng Race Team.

Os espanhóis fizeram a prova em 15 dias, 17 horas, 49 minutos e 29 segundos. O pódio teve ainda Team Brunel, que ficou 61 segundos atrás, e Vestas 11th Hour Racing.

E mesmo no momento em que os líderes estavam a apenas 500 metros da linha de chegada, a MAPFRE ainda seguia a equipe Brunel quando o par emergiu da neblina, à vista dos espectadores no Fort Adams Race Village. Continuar lendo “Em chegada histórica, Mapfre vence mais uma na VOR”

Team Brunel poderá confirmar vitória na VOR nas próximas horas

O Team Brunel deve confirmar nas próximas horas a vitória da oitava etapa da Volvo Ocean Race 2017-18, percurso entre Itajaí (SC) e Newport (Estados Unidos). A tripulação holandesa liderada pelo veterano Bouwe Bekking tem menos de 150 milhas náuticas para percorrer no Atlântico. O barco já fez o bordo para a costa norte-americana.

A vantagem, que estava em menos de 7 milhas náuticas para o Dongfeng Race Team, aumentou um pouco na tarde desta segunda-feira (7). O vento mais forte na aproximação a Rhode Island ajudou o veleiro holandês. O Brunel também ganhou a etapa brasileira da Volvo Ocean Race. Continuar lendo “Team Brunel poderá confirmar vitória na VOR nas próximas horas”

Pequenas mudanças fazendo a diferença na Volvo Ocean Race

As equipes da Volvo Ocean Race 20171-8 aproveitaram as boas condições de navegação para acelerar rumo a Newport (Estados Unidos), destino final da oitava etapa da regata. Subindo o Oceano Atlântico na altura da Martinica, a flotilha tem menos de 2.000 milhas náuticas para percorrer até o porto norte-americano.

A liderança da etapa segue com o holandês Team Brunel, que conseguiu aproveitar os ventos alísios, também chamados de comerciais, para segurar vantagem de quase 20 milhas náuticas para o segundo colocado, o Dongfeng Race Team. Atrás aparecem Turn the Tide on Plastic e Vestas 11th Hour Racing.

”Até agora não podemos reclamar da maneira como estamos indo, mas a partir de hoje vai ficar um pouco mais complicado, pois o vento vai começar a subir à medida que nos aproximamos lentamente do sistema de alta pressão”, explicou o comandante do Brunel, Bouwe Bekking. Continuar lendo “Pequenas mudanças fazendo a diferença na Volvo Ocean Race”

Velocidade versus algas na oitava etapa da Volvo Ocean Race

unnamed (15)

As equipes que disputam a oitava etapa da Volvo Ocean Race 2017-18 têm mais um desafio no Oceano Atlântico, além de encontrar as melhores rajadas: desviar das algas marinhas. O chamado Mar de Sargaços por conter espécies Sargassum impõe dificuldades aos barcos, que perdem velocidade. Essa faixa vai do Caribe à costa sul dos Estados Unidos.

Os sargaços tem criado problemas para os marinheiros desde os tempos de Cristóvão Colombo e agora, mais de 500 anos depois, continua atrapalhando os melhores velejadores do mundo na Volvo Ocean Race. A alga pode grudar na quilha ou no leme e reduzir a velocidade da embarcação.

“É muito chato, porque podemos ver como a velocidade do barco diminui, e às vezes até perde a direção. O leme está cheio de algas e não permite que navegue normalmente”, explicou o espanhol Pablo Arrarte, do MAPFRE. Continuar lendo “Velocidade versus algas na oitava etapa da Volvo Ocean Race”

Três barcos disputam a liderança da oitava etapa da Volvo Ocean Race

A disputa pela vitória da oitava etapa da Volvo Ocean Race 2017-18 ficou mais clara depois que os barcos Turn The Tide On Plastic, Vestas 11th Hour Racing e Dongfeng Race Team mostraram suas estratégias no Oceano Atlântico.

As equipes estão liderando a perna neste sábado (28), com diferença menor do que 12 milhas náuticas entre eles. Todos agora caçam o Turn the Tide On Plastic, que é comandado pela britânica Dee Caffari.

“Ainda somos os caçados! Conseguimos ver o Vestas desde as primeiras horas da manhã no visual. Eles estão um pouco à margem de nós em uma corrente mais favorável. Ontem à noite os ventos deram uma trégua e conseguimos descansar um pouco”, disse Dee Caffari. Continuar lendo “Três barcos disputam a liderança da oitava etapa da Volvo Ocean Race”

Volvo Ocean Race: Tudo embolado na subida para a Bahia

vor

A oitava etapa da Volvo Ocean Race segue equilibrada em seu terceiro dia de regata pelo Oceano Atlântico. Os sete barcos, que saíram no domingo (22) de Itajaí (SC), estão espalhados, mas a diferença entre eles em relação à liderança é pequena.

No relatório enviado pela organização na tarde desta quarta-feira (25), o Vestas 11th Hour Racing tinha vantagem de apenas 10 milhas náuticas para o team AkzoNobel, o sétimo colocado. A etapa tem como destino Newport (Estados Unidos) e tem ao todo 5.700 milhas náuticas.

Os barcos passam pelas refinarias de petróleo na costa brasileira, principalmente entre São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Há uma zona de exclusão nesse trecho e por isso os times estão mais a leste do Atlântico. Apenas o Sun Hung Kai | Scallywag está apontado para norte.

“É muito importante conseguir uma boa posição nas próximas 24 horas antes de entrarmos nos ventos alísios. A partir daí será mais lento”, disse Kyle Langford, do Team Brunel.

Nesta quinta-feira (26), os barcos devem entrar nos chamados ventos alísios, já na costa nordestina.

”Estamos navegando pelo lado de fora de uma área de exclusão, outro campo de petróleo. Os ventos são leves e o estado do mar é plano. Ainda estamos com o Vestas no visor e os outros parecem estar atrás de nós. Tenho que estar feliz com isso”, disse Dee Caffari, da Turn on Tide on Plastic.

A competição tem o Dongfeng Race Team como líder da classificação geral, um ponto de vantagem para o MAPFRE. Faltam ainda mais quatro etapas para o fim do campeonato.

Volvo Ocean Race deixa Itajaí com destino a Newport

A oitava etapa da Volvo Ocean Race teve início na tarde deste domingo (22) em Itajaí (SC). Os sete barcos da regata de Volta ao Mundo sobem o Oceano Atlântico com destino a Newport (Estados Unidos) para um percurso de 5.700 milhas náuticas ou 10 mil quilômetros.

”Será muito complicada a etapa. A costa brasileira tem às vezes ventos muito fracos e ventos terral e gradiente passando pelos Doldrums – que é área de convergência tropical – com vento muito fraco. Promete bastante disputa e acho que vai ser bem difícil com noites mal dormidas. Então, depois disso vamos ver como vai estar a disputa”, explicou Martine Grael.

”Depois da última perna com várias quebras, dificuldades e uma carga emocional muito grande, agora vai voltar um pouco mais para o normal com o foco na disputa, pois a última perna era mais focada na sobrevivência”. Continuar lendo “Volvo Ocean Race deixa Itajaí com destino a Newport”

MAPFRE vence regata em Itajaí e equipe de Martine Grael fica em segundo

O barco espanhol MAPFRE conseguiu, nesta sexta-feira (20), em Itajaí (SC), mais uma vitória na série de regatas In-Port Race, campeonato paralelo de provas que valem para o desempate na Volvo Ocean Race.

A equipe vermelha, que subiu ao pódio em todas as etapas, não deu chances aos outros cinco adversários e cruzou em primeiro lugar. A vantagem para o team AkzoNobel, da brasileira Martine Grael, foi de 43 segundos. Em terceiro lugar ficou o Dongfeng Race Team, que teve o brasileiro Márcio Santos, campeão da Copa de 1994 como convidado a bordo.

“Foi uma boa regata para nós hoje, desde o início, mas a chave para a vitória  foi poder passar a AkzoNobel no primeiro vento de popa”, disse o campeão olímpico Xabi Fernández. ”A partir daí ampliamos a vantagem”.  Continuar lendo “MAPFRE vence regata em Itajaí e equipe de Martine Grael fica em segundo”

Legado da Volvo: Itajaí é a primeira da América do Sul a assinar compromisso de mares limpos

A cidade de Itajaí (SC) foi a primeira da América do Sul a assinar um compromisso das Nações Unidas visando a limpeza dos mares. O objetivo da ação é reduzir a poluição do plástico nos oceanos, uma bandeira da Volvo Ocean Race e da ONU.

A carta foi assinada na tarde desta quarta-feira (18) durante um seminário que reuniu especialistas, cientistas e atletas, como a brasileira Martine Grael, campeã olímpica e velejadora desta edição da regata de Volta ao Mundo.

”Eu velejo desde cedo e nas competições eu acompanho a situação dos mares. No Rio de Janeiro, onde eu treino, vejo plástico quase todos os dias na Baía de Guanabara e fiquei impressionada com a quantidade de plástico fora da costa durante a competição”, disse Martine Grael, integrante do team AkzoNobel. Continuar lendo “Legado da Volvo: Itajaí é a primeira da América do Sul a assinar compromisso de mares limpos”

SHK / Scallywag chega a Itajaí e agora corre contra o tempo

O barco SHK / Scallywag chegou nesta quinta-feira (19) na cidade de Itajaí (SC), a menos de dois dias da largada para a oitava etapa da Volvo Ocean Race 2017-18. A equipe abandou a prova após perder o britânico John Fisher caído no mar e não foi localizado. O barco ficou dias parado na costa oeste do Chile e só terminou a travessia nesta tarde.

O público da Vila da Regata recebeu a equipe com aplausos e emoção. Os tripulantes dos outros barcos foram ao píer ajudar no desembarque. “Foi incrível a quantidade de ajuda que recebemos das outras equipes”, disse a velejadora Annemeike Bes. “É uma ótima sensação que tantas pessoas estão nos apoiando.”

Agora, o time de Hong Kong corre contra o tempo para deixar tudo pronto para a largada rumo a Newport, Rhode Island, na tarde de domingo (22). Continuar lendo “SHK / Scallywag chega a Itajaí e agora corre contra o tempo”