No Mundial de Classes Olímpicas, Brasil garante três vagas para Tóquio 2020

Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino_Jesus Renedo_Sailing Energy.jpg

O Mundial de Classes Olímpicas chegou ao fim neste domingo, dia 12, em Aarhus, e a Equipe Brasileira de Vela agora começa a voltar o foco para os Jogos Olímpicos. Com o resultado da última semana na Dinamarca, o país já carimbou passaporte de três classes rumo a Tóquio 2020: Laser, 49er FX e Nacra 17. O próximo compromisso importante do ano é o primeiro evento-teste em Enoshima, no Japão, em setembro.

O desfecho do Mundial teve uma pontinha de frustração para o Brasil. Após garantirem a vaga olímpica do país na sexta-feira, Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino ainda tinham esperanças de pódio na Nacra 17. Mas a regata da medalha deste domingo foi cancelada por falta de vento. Assim, a dupla brasileira encerrou a participação em quinto lugar, com 81 pontos perdidos. O ouro foi para os italianos Ruggero Tita e Caterina Banti (69 p.p.).

Além da Nacra, o Brasil obteve classificação na 49er FX, com o quarto lugar de Martine Grael e Kahena Kunze; e na Laser, com João Pedro Souto de Oliveira em 19º lugar no Mundial. Continuar lendo “No Mundial de Classes Olímpicas, Brasil garante três vagas para Tóquio 2020”

Rumo a Tóquio 2020: Brasil já garante vaga olímpica em duas classes

João Pedro Souto de Oliveira_Crédito Jesus Renedo_Sailing Energy

Os ventos da Dinamarca impulsionaram nesta quinta-feira, dia 9, o Brasil na direção dos Jogos de Tóquio 2020. Na disputa do Mundial de Aarhus, o país garantiu hoje vaga olímpica nas classes Laser, graças ao 19º lugar de João Pedro Souto de Oliveira (131 pontos perdidos); e 49er FX, com Martine Grael e Kahena Kunze, que avançaram na sexta posição (97 p.p.) para a disputa da regata da medalha, neste sábado.

“Durante a semana inteira as regatas foram bem difíceis. Estamos felizes por ter cumprido nosso objetivo, que era classificar o país, e depois ainda ter chance de melhorar mais um pouquinho na medal race”, afirmou Martine Grael. Continuar lendo “Rumo a Tóquio 2020: Brasil já garante vaga olímpica em duas classes”

Bruno Fontes cresce na reta final, se aproxima de vaga olímpica

unnamed (28).jpg

Mostrando toda sua capacidade de superar momentos adversos e crescer na fase decisiva, o velejador Bruno Fontes contou com a experiência e a técnica apurada no primeiro dia de fase final do Mundial de Classes Olímpicas, realizado nesta terça-feira (07), na Baía de Aarhus. Com ventos fracos, o catarinense somou dois resultados intermediários e saltou da 19ª para a 13ª posição na classificação geral se aproximando ainda mais de uma das dez vagas para a Medal Race. A regata da medalha, que define o campeão do evento nesta sexta, reúne os dez melhores classificados, que serão definidos após as duas disputas programadas para essa quarta-feira (08).

Além de subir diversas posições, Bruno ficou ainda mais próximo de classificar o Brasil para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A competição na Dinamarca destina 14 vagas para a Olimpíada de 2020 e Bruno coloca o país no nono lugar no ranking de nações. “Um dia de cada vez. Essa tem sido a minha trajetória aqui e tem dado certo até o momento. Estou concentrado em fazer o melhor e buscar superar um desafio de cada vez. Com o início da fase final a tendência se confirmou e o nível técnico aumentou ainda mais. Consegui velejar bem, tive pequenos erros, mas consegui corrigi-los. Foco agora é buscar uma das dez vagas na Medal Race e confirmar a vaga do Brasil para Tóquio”, avalia Bruno. Continuar lendo “Bruno Fontes cresce na reta final, se aproxima de vaga olímpica”

Dupla Albrecht/Nicolino vence duas no Mundial de Classes Olímpicas

2018 Hempel Sailing World Championships

Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino tiveram um grande resultado nesta terça-feira, dia 7, no Mundial de Classes Olímpicas, em Aarhus, na Dinamarca. A dupla venceu duas das quatro regatas disputadas pela flotilha azul e assumiu a vice-liderança geral da Nacra 17, com 21 pontos perdidos. À frente deles estão apenas os atuais campeões olímpicos, Santiago Lange e Cecilia Carranza Saroli, da Argentina (16 p.p.). A competição continua nesta quarta-feira, a partir das 7h de Brasília.

“Foi um excelente dia. Tivemos que usar um pouco da intuição, estava uma condição difícil. Mas eu e Gabi conseguimos fazer um bom trabalho. Mantivemos o barco rápido, acertamos as manobras e as decisões de regulagens também foram acertadas”, afirmou Samuel. Continuar lendo “Dupla Albrecht/Nicolino vence duas no Mundial de Classes Olímpicas”

Bruno Fontes avança à fase final e mantém Brasil na disputa por vaga em Tóquio

unnamed (27)

Ao chegar em Aarhus, embalado pelo terceiro lugar conquistado no Campeonato Norte-Americano, Bruno Fontes tinha na cabeça que o desafio no Mundial de Classes Olímpicas, realizado na Dinamarca, seria em etapas. Neste domingo (05), o velejador catarinense cumpriu seu primeiro objetivo ao avançar à fase final da competição no Top 20. Após seis regatas, apenas 55 dos 165 competidores inscritos na classe Laser Standard seguem na briga pelo título e por uma das catorze vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Com 45 pontos perdidos, Bruno aparece na 19ª posição e coloca o Brasil dentro da lista dos países que estariam classificados para a Olimpíada no Japão caso o Mundial terminasse agora. A partir desta terça (07), Bruno retorna a raia na Baía de Aarhus para as quatro últimas regatas da fase final. Continuar lendo “Bruno Fontes avança à fase final e mantém Brasil na disputa por vaga em Tóquio”

Martine Grael e Kahena Kunze estreiam neste sábado no Mundial

Martine e Kahena2_Crédito Pedro Martinez_Sailing Energy.jpg

As campeãs olímpicas da classe 49er FX estreiam neste sábado, dia 4, no Mundial de Classes Olímpicas de vela. Após um ano sem competir juntas, Martine Grael e Kahena Kunze entram na água a partir de 7h (de Brasília), na Baía de Aarhus, na Dinamarca. Além do título, estarão em jogo as primeiras vagas para os países nos Jogos de Tóquio 2020. As regatas de medalha estão previstas para os dias 9, 10, 11 e 12 de agosto.

“A gente vem de uma pausa grande sem velejar juntas, desde o Mundial do ano passado”, afirma Martine, que se dedicou no último ano à disputa da Volvo Ocean Race, na primeira participação de uma mulher brasileira na prova.

“Não vai ser fácil, porque as meninas que estão aqui vieram de uma temporada muito forte, mas vamos fazer de tudo para classificar”, acrescenta Kahena. Continuar lendo “Martine Grael e Kahena Kunze estreiam neste sábado no Mundial”

Bruno Fontes inicia Mundial na Dinamarca com dois resultados no Top 10

unnamed (26).jpg

Bruno Fontes estreou no Mundial de Classes Olímpicas, disputado na Baía de Aarhus, Dinamarca, mostrando que a forma competitiva está mais viva do que nunca dentro de si. Com dois oitavos lugares nas regatas realizadas no Laser Standard o velejador catarinense começou muito bem a campanha em busca de uma das catorze vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Com 16 pontos perdidos o brasileiro é o 19º na classificação geral entre os 165 atletas inscritos na competição.

Com ventos de 6 a 10 nós soprando na Baía de Aarhus, Bruno aproveitou as boas largadas nas duas regatas, mas com desenrolar diferente ao longo do dia. Na primeira o catarinense apontava na parte da frente da flotilha, mas acabou punido e precisou fazer uma prova de recuperação. “Tomei uma bandeira amarela e cai algumas posições. Importante que me recuperei bem e isso foi o que me deixou mais feliz. Foi uma boa regata”, avalia.

Na segunda velejada no dia, Bruno manteve a boa estratégia e largou na frente, mantendo-se entre primeiros da regata até o final. Com dois oitavos lugares a estreia do brasileiro foi bastante positiva. “Estou contente com o início. Ainda temos uma longa jornada pela frente, mas para um primeiro dia foi bem positivo. Meta é passar bem para a fase final de olho nas vagas para Tóquio e depois pensar em Medal Race e medalha”, enfatiza. Continuar lendo “Bruno Fontes inicia Mundial na Dinamarca com dois resultados no Top 10”

Com campeãs olímpicas de volta, Brasil vai para a disputa do Mundial da Dinamarca

Martine Grael e Kahena Kunze_Reprodução

A Equipe Brasileira de Vela vai reforçada para o principal campeonato do calendário 2018. As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze estão de volta às competições da 49er FX após um ano e vão integrar a delegação de 20 velejadores do Brasil no evento. O Mundial de Classes Olímpicas será disputado na cidade de Aarhus, na Dinamarca, com regatas a partir do próximo dia 2 de agosto. Além do título, estarão em jogo as primeiras vagas para os países nos Jogos de Tóquio 2020.

“Estamos vindo com sangue nos olhos (risos). Mas sabemos que não será fácil. Ficamos esse tempo fora enquanto outras meninas não pararam. É claro que queremos a vaga para os Jogos Olímpicos. O melhor é não ter muitas expectativas, mas vamos entrar para dar o nosso melhor”, afirmou Martine, que passou o último ano dedicada à participação na Volvo Ocean Race. Continuar lendo “Com campeãs olímpicas de volta, Brasil vai para a disputa do Mundial da Dinamarca”

Brasileiros disputam final da Copa do Mundo de Vela na França

Patricia Freitas_Credito Robert Hajduk  ShutterSail.jpg

A temporada 2017/2018 da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela) chega ao fim nesta primeira semana de junho. E o Brasil estará na água com oito velejadores na Final do circuito, que terá as primeiras regatas nesta terça-feira, dia 5, em Marselha, na França. A delegação inclui Patrícia Freitas, que recentemente voltou às competições internacionais após período de treinos no Brasil; e Jorge Zarif, da classe Finn, medalha de ouro na etapa de Hyères, no fim de abril.

“Minha expectativa é pôr em prática tudo que estou treinando e desenvolvendo nos últimos meses. Estou direto na Europa desde Hyères, então é tentar utilizar todas essas novas informações com equilíbrio”, afirma Jorginho.

A temporada tem sido muito positiva para Zarif até aqui. Além do ouro na França, o brasileiro ficou em 4º lugar na Copa do Mundo de Miami (EUA), foi 5º no Troféu Princesa Sofia e 7º no Campeonato Europeu, ambos na Espanha. Continuar lendo “Brasileiros disputam final da Copa do Mundo de Vela na França”

World Sailing confirma classes para Paris 2024

Depois de um longo dia de reuniões, durante o evento de meio de ano, a World Sailing confirmou quais as classes serão mantidas e quais sairão do programa de Paris 2024. Além disso, três novas classes estarão em disputa:

Estão mantidos sem nenhuma alteração:
• Men’s One Person Dinghy – Laser*

  • Women’s One Person Dinghy – Laser Radial*
  • Women’s Skiff – 49erFX
  • Men’s Skiff – 49er
  • Mixed Two Person Multihull – Nacra 17

*poderão ser reavaliados

Serão mantidos/acrescentados:
• Men’s Windsurfer (pode sofrer alterações o user escolhido outro equipamento)

  • Women’s Windsurfer (pode sofrer alterações o user escolhido outro equipamento)
  • New Event, Mixed One-Person Dinghy
  • New Event, Mixed Two Person Dinghy
  • New Event, Mixed Kite