BL3 tem vagas para quem deseja correr a Santos – Rio

SONY DSC

Oportunidade para quem quer participar da Regata Santos – Rio. A BL3, uma das melhores escolas de iatismo do Brasil, ainda possui vagas para a tradicional regata da vela oceânica brasileira. A largada será dada no dia 27 de outubro na baía de Santos e quem quiser participar, poderá trocar experiências a bordo com os comandantes Pedro Rodrigues e Clauberto Andrade. Para informações sobre valores e  quantidade de vagas, entre em contato com a BL3 no (12) 3896-1271/ (12)3896-5885 / (12) 99126-7649  ou pelo e-mail oceano@bl3.com.br.

 

No YCSA, Scheidt confirma fim da carreira olímpica

324152_741004_rdespedida2_web_

Dono de cinco medalhas olímpicas, sendo duas de ouro, Robert Scheidt reuniu a imprensa para anunciar oficialmente o fim de sua participação em Jogos Olímpicos. No encontro da manhã desta terça-feira (17), no Yacht Club Santo Amaro, em São Paulo, o iatista explicou as razões para não seguir com o ciclo até Tóquio 2020 na classe 49er, mas deixou claro que não se trata do encerramento de sua carreira como atleta. “Aposentadoria é uma palavra muito forte. Não me vejo de pijamas, sentado no sofá e assistindo TV. Meu instinto competitivo ainda é muito forte e o esporte está no meu sangue. Seguirei velejando em diferentes classes”, explicou o atleta que tem patrocínio do Banco do Brasil e Rolex e apoio do COB e CBVela.

Quando fala em diferentes classes, Robert se refere a experimentar novos ares na carreira esportiva. “Sempre recebi convites para competições de vela oceânica e sempre disse não, em função dos projetos olímpicos. Agora poderei dizer sim. Temos grandes eventos, como a Volvo Ocean Race e a America’s Cup, entre outros, e, quem sabe, não surge uma oportunidade. Está se fechando uma porta, mas tenho certeza que muitas outras se abrirão”, comentou o bicampeão olímpico, que não vai esquecer as raízes. “Continuarei nas classes Star, agora mais intensamente em 2018, e Laser, pois preciso da adrenalina do iatismo”, revela. O próximo desafio será justamente na Star Sailors League (SSL), em Nassau, no mês de dezembro, ao lado Henry Boenning, o Maguila. Continuar lendo “No YCSA, Scheidt confirma fim da carreira olímpica”

Regata dos Arvoredos agita vela oceânica santista

22548966_1964261797165696_7418678250179982842_o.jpg
No último sábado, o Iate Clube de Santos promoveu mais uma edição da tradicional Regata Volta da Ilha dos Arvoredos-Suunto que, pela primeira vez, trouxe a categoria de veleiros Clássicos para a raia sob a chancela da La Belle Classe, a mais famosa regata de clássicos do mundo e que tem o Comodoro Berardino Antonio Fanganiello como o primeiro e único Embaixador do país.
A competição com percurso de 17 milhas náuticas reuniu 27 barcos das classes IRC e RGS. A velejada foi marcada por ventos sudoeste na casa dos 11 nós. Primeiro a contornar a Ilha, o veleiro Sessentão foi destaque e liderou a disputa. No entanto, pelo tempo corrigido, a tripulação comandada por Alain Simon fechou na 7ª colocação pela classe IRC. Os veleiros Rudá (IRC), Turuna (Clássicos) e Bravo (RGS) fizeram os melhores tempos, com aproximadamente 3h50m, e conquistaram o primeiro lugar de suas respectivas classes.
Confira o resultado no site www.icsantos.com.br

ABVO promove eleição online para nova diretoria

logo_alta_fundo transparente.png

No próximo dia 3 de novembro uma nova diretoria assumirá a ABVO e, pela primeira vez na história, as eleições poderão ser feitas via internet, o que possibilitará uma maior participação dos associados, uma vez que a entidade está sediada no Rio de Janeiro.

As inscrições das chapas/candidatos já podem ser feitas por escrito ao Comodoro ou à Secretaria da ABVO até o dia 26/10, na forma do art. 30, inciso VII, parágrafo 1º, do Estatuto. Na inscrição deverá constar:

  1. Nome da chapa;
  2. Nomes completos, endereço, contato (e-mail e telefones), e qualificação dos sócios candidatos aos seguintes cargos eletivos: Comodoro, 1º Vice-Comodoro, 2º Vice-Comodoro, 03 (três) Membros efetivos para o Conselho Fiscal e 02 (dois) Membros suplentes para o Conselho Fiscal;
  3. Carta de anuência aos cargos pleiteados, assinada por todos os integrantes da chapa.

A votação eletrônica terá início às 12h dia 27/10, ficando aberta até às 10h do dia 3/11. Só poderão participar os associados que estejam quites com a tesouraria. As instruções serão enviadas por e-mail para estes associados.

Também no dia 3/11 haverá uma Assembleia Geral Ordinária na sede da ABVO, a partir das 19h. Quem não participar da votação eletrônica poderá votar presencialmente nesta data.

Confira a convocação clicando aqui.

Sudeste Brasileiro de Laser será disputado na Guarapiranga no feriado

323618_739317_318406_721240_img_9082_copy_edit_4_web_

Os velejadores da classe Laser vão aproveitar o fim de semana prolongado pelo feriado de Nossa Senhora Aparecida para disputar o Campeonato Sudeste Brasileiro de 12 a 15 de outubro na Represa Guarapiranga. Organizada pelo Yacht Club Paulista (YCP), a competição deve reunir mais de 30 velejadores de São Paulo, Santos e Ilhabela, incluindo-se a maioria dos clubes do em torno da represa. O programa prevê oito regatas, com duas largadas por dia a partir das 13h00.

Além dos atletas da nova geração, a Guarapiranga contará com o talento dos mais experientes velejadores, responsáveis pela evolução da vela no País, como Manfred Kaufmann, o Fips, representante brasileiro da classe Laser no World Master Games da Nova Zelândia, em abril. Acostumado a competir também na classe HPE 25 em Ilhabela, Fips idealizou recentemente o grupo Vela Master Brasil, dedicado aos interesses dos velejadores veteranos, e já observa a receptividade dos colegas. “Um campeonato regional é sempre muito importante para a classe. A categoria máster terá com certeza um número expressivo de inscrições. Só precisamos ser mais racionais com o calendário nacional”, recomenda Fips. Neste mesmo fim de semana, por exemplo, será realizada ainda a Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro.

 

Informações: assessoria de imprensa

Fotos: Douglas Moreira / Fisheye Images

Vencedores do Troféu Cayru são conhecidos em Porto Alegre

IMG_7192.JPG

Os velejadores do Clube dos Jangadeiros dominaram o pódio nas principais classes do XXVII Troféu Cayru, tradicional competição de Vela de Oceano gaúcha, que chegou ao final neste domingo (8).  A tripulação do San Chico 3, comandada por Xico Freitas, do Clube dos Jangadeiros, conquistou as premiações mais cobiçadas do campeonato: o Troféu Cayru, o Barco Fita Azul e o primeiro lugar da classe ORC Internacional. O segundo melhor colocado da ORC, classe de maior peso do campeonato, ficou com o barco Hobart, liderado por Airton Schneider, seguido pelo Kamikaze XI, de Hilton Piccolo, em 3° lugar. 

O Jangadeiros também levou o título da classe BRA-RGS com a tripulação do Drakkar, capitaneada por Leonardo Sant’Anna.  Em 2° lugar, veio o barco Caulimaran, de Emilio Strassburger, também do Jangadeiros e, em 3°lugar,  o Calidris, de Renan Abraham, do Veleiros do Sul. Na classe Microtonner 19, a campeã foi a embarcação Sophia, de Delmar Meinerz, da SAVA, e a posição de vice ficou com o barco Katavento, de Raulito Sena, também da SAVA.  Continuar lendo “Vencedores do Troféu Cayru são conhecidos em Porto Alegre”

Definidos os campeões do Catarinense de Oceano

unnamed-18.jpg

O Itajaí Sailing Team fez história nesse sábado ao quebrar o recorde de percurso na 14ª Regata Marejada, válida como sétima etapa da Copa Veleiros de Oceano, e conquistar o troféu Fita Azul, premiação concedida a primeira embarcação a cruzar a linha de chegada. Confirmando todas as previsões, o vento sul soprou com força, passando dos 20 nós, e a tripulação itajaiense completou o percurso de 32 milhas náuticas em 2h52m29s, mais de 20 minutos mais rápido do que a marca anterior, de 3h13m feita em 2016.

“O velejo foi incrível. Foi muito especial poder quebrar o recorde em uma competição que chega em Itajaí comandando a embarcação que leva o nome da cidade. Nunca baixamos de 16, 17 nós e nossa maior velocidade foi de 23. Bater esse recorde foi muito gratificante”, comemorou o comandante Marcelo Gusmão. “Metade da nossa tripulação é formada pelo projeto do Itajaí Sailing Team e posso dizer que a cada regata temos evolução. Nossa tripulação conhece muito bem o barco”, completou Gusmão. Continuar lendo “Definidos os campeões do Catarinense de Oceano”

Cabanga faz balanço e divulga resultados da REFENO

O Cabanga Iate Clube de Pernambuco apresentou, na manhã da última quarta-feira (04), no Cine Mabya, em Fernando de Noronha, o balanço da 29ª edição da Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha.

Ao todo, 47 embarcações participaram da edição 2017 da Regata. A Refeno reuniu 353 tripulantes de 11 estados do Brasil e dois países – Argentina e Reino Unido. Pernambuco foi o estado com o maior número de participantes este ano, com 14 barcos inscritos. O Rio de Janeiro ficou logo atrás, com 10, seguido pela Bahia, com 7 barcos. Completam a lista São Paulo (4), Argentina (2), Alagoas (2), Rio Grande do Sul (2), Distrito Federal (1), Sergipe (1), Paraná (1), Rio Grande do Norte (1), Santa Catarina (1) e Reino Unido (1).

“Tivemos uma regata excelente. Um mar tranquilo. Tivemos um fato extremamente positivo que todas as embarcações que saíram do Recife chegaram a Fernando de Noronha. Tivemos só três problemas durante o percurso. Mas foram problemas solucionados no próprio barco, pela tripulação, e todos chegaram a Ilha. Então, este é um fato extremamente positivo nesta 29ª Refeno”, comemorou Sérgio Avellar, diretor de Vela do Cabanga.

Administrador da Ilha de Fernando de Noronha, Luís Eduardo Antunes não escondeu a alegria em receber a Refeno no arquipélago. “Para Noronha é uma enorme satisfação receber a Refeno e participar como apoiadora deste evento internacional. Temos o maior prazer em estar ajudando e patrocinando o Cabanga na realização deste evento”, disse.

O Comodoro do clube, Jaime Monteiro Jr., destacou a importância da festa ser realizada de velejador para velejador e agradeceu o apoio da Marinha e da Administração da Ilha na realização de mais uma edição da maior regata oceânica do Brasil. “É uma alegria saber que estamos trazendo mais gente à Ilha, o que é bastante positivo para Noronha. Ano passado tivemos algo em torno de 300 tripulantes, e este ano chegamos próximo dos 370 velejadores na regata”, complementou.

Este ano, a embarcação Camiranga, do Rio Grande do Sul, escreveu, mais uma vez, o seu nome na história da Regata Internacional Recife- Fernando de Noronha (Refeno). No último domingo (1º de outubro), o veleiro conquistou o Troféu Fita Azul pelo quarto ano consecutivo, com direito a quebra do próprio recorde entre os barcos monocascos. Do Marco Zero do Recife até a praia do Boldró, o barco comandado por Samuel Albrecht completou a travessia de 292 milhas náuticas (545 quilômetros) em 19h03min18s.

Para ver os resultados completos, por categoria, clique aqui.

Troféu Cayru começa neste final de semana

O tradicional Troféu Cayru chega a 27ª edição neste final de semana (7 e 8), em Porto Alegre. A competição foi criada para homenagear o barco Cayru, de Leopoldo Gayer, patrono fundador do CDJ (Clube dos Jangadeiros) . Em 1935, quando ainda era chamado de Cayruzinho, foi lançado ao mar para celebrar os 100 anos da Revolução Farroupilha.

O campeonato, que conta pontos para o Estadual de Vela de Oceano, reúne as classes BRA-RGS, ORC-INT, Microtoner 19, Bico de Proa e J24. A competição inicia às 11h com a tradicional volta na Ilha das Pombas. Ainda no sábado, acontece a Regata Solitário com percurso reduzido. No domingo, às 13h, ocorre a largada do Velejaço e, às 14h, tem início as regatas barla-sota. À noite, por volta das 20h, ocorrerá a entrega dos prêmios.

Vencedor da última edição do troféu no comando do San Chico 3,  Xico Freitas não vê favoritos na disputa. “É como em Grenal, embora a gangorra possa estar pendendo um pouco para um lado, tudo pode acontecer. Estamos bem preparados, entrosados e vamos com tudo”, afirma.

Outra embarcação de muita competitividade que habitualmente corre o Cayru é o Kamikaze, do comandante Hilton Piccolo. “É uma regata marcante, tradicional e divertida pelo percurso longo que possui”, ressalta.

Da mesma forma, o barco Hobart, de Airton Schneider, terceiro melhor colocado no último Cayru, tem presença garantida. “Estamos entusiasmados para disputar a ponta novamente. Será uma grande festa”, destaca.