El Demolidor é campeão sul-brasileiro de Soling

Sul-brasileiro Soling 2019


A tripulação bem entrosada do barco El Demolidor foi a vencedora do Sul-brasileiro de Soling encerrado neste domingo no Veleiros do Sul. O comandante Kadu Bergenthal com Eduardo Cavalli e Renan Oliveira chegaram ao título após manterem uma média favorável de resultados no campeonato.

“Há tempos vínhamos ‘batendo com a bola na trave’, mas dessa vez veio. Fomos agraciados com um vento mais fraco na competição, que em geral nessa condição velejamos melhor. Hoje as regatas foram bem disputadas, mas nós procuramos somente administrar os resultados para alcançarmos a vitória”, disse o comandante Kadu.

Na segunda colocação do Sul-brasileiro ficou o Bossa Nova, com Marcos Pinto Ribeiro, Alexandre Mueller e Gustavo Gonçalves. O Campeonato teve cinco regatas disputadas na raia da Pedra Redonda. No sábado o vento foi direção sul na intensidade média de 10 nós, hoje foi de norte, com velocidade 8 nós. Nas duas regatas neste domingo, a equipe Don’t Let Me Down, com Cicero Hartmann, Flávio Quevedo, André Renard, chegou em primeiro.  A entrega de prêmios teve uma confraternização da flotilha e a premiação conduzida pela Comodoro Cícero Hartmann. SÚMULA FINAL

Do VDS

Equipe Brasileira disputa etapa de Gênova da Copa do Mundo

No embalo da boa campanha em Miami, a Equipe Brasileira de Vela volta esta semana ao circuito da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela) para a etapa de Gênova, na Itália. O país terá nove velejadores na competição, incluindo as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, da classe 49er FX; Jorge Zarif, campeão mundial da Finn em 2013; e as medalhistas olímpicas Fernanda Oliveira, na 470 feminina, e Isabel Swan, na Nacra 17. As primeiras regatas estão marcadas para esta segunda-feira, dia 15, a partir de 6h de Brasília.

“Vai ser um evento difícil. Mas nós temos nos preparado cada vez melhor. Assim como a gente, as nossas adversárias estão correndo todos os campeonatos. Já não é um evento de início de temporada. Todos estão com ritmo de treino e competição, e isso deixa o nível alto”, explicou Fernanda Oliveira, que este ano já foi campeã sul-americana da 470 feminina, terminou em sexto lugar no Troféu Princesa Sofia e conquistou a medalha de bronze na etapa de Miami da Copa do Mundo.

Continuar lendo “Equipe Brasileira disputa etapa de Gênova da Copa do Mundo”

Itajaí recebe primeiro salão 100% voltado à vela do País

O Brasil terá o primeiro evento totalmente dedicado à vela, aos amantes das competições de vela, aos que velejam por lazer e aos interessados na indústria da navegação a vela. Organizado pela Cardoso Almeida Eventos, a Vela Show acontece de 19 a 21 de abril de 2019 em Itajaí, Santa Catarina. O credenciamento pode ser realizado online (www.velashow.com) ou na entrada do evento – o custo para quem se inscreve antecipadamente pelo site tem 50% de desconto.

Um dos principais espaços para eventos da região, o Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira, abrigará as atrações da Vela Show. Haverá exposição de produtos serviços, e barcos, palestras, workshops, encontros entre esportistas, profissionais do setor da navegação e empreendedores. Outro público aguardado é o formado por pessoas que decidiram adotar o veleiro como moradia.

Continuar lendo “Itajaí recebe primeiro salão 100% voltado à vela do País”

Martine e Kahena levam o ouro no Princesa Sofia

The Trofeo Princesa Sofia Iberostar celebrates this year its 50th anniversary in the elite of Olympic sailing in a record edition, to be held in Majorcan waters from 29th March to 6th April, organised by Club Nàutic S’Arenal, Club Marítimo San Antonio de la Playa, Real Club Náutico de Palma and the Balearic and Spanish federations. ©Jesus Renedo/SAILING ENERGY/50th Trofeo Princesa Sofia Iberostar 04 April, 2019.

Duas grandes competições e dois ouros para Martine Grael e Kahena Kunze em 2019. As campeãs olímpicas conquistaram neste sábado (6) o título da classe 49er FX no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha. Foi a segunda vez que a dupla subiu no topo do pódio da tradicional competição espanhola, repetindo o feito de 2014. E é o segundo título nesta temporada, na sequência do primeiro lugar na etapa de Miami da Copa do Mundo da World Sailing, em janeiro.

Além de Martine e Kahena, a Equipe Brasileira de Vela terminou no top 10 em outras três classes. Na 470 feminina, a medalhista olímpica Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan ficaram em sexto lugar (89 pontos perdidos). Na Finn, Jorge Zarif terminou em décimo (104 p.p.). Na RS:X feminina, a pernambucana Bruna Martinelli também ficou em décimo (155 p.p.).

Para Martine e Kahena, o ouro veio sem que fosse preciso entrar na água neste sábado. Com vento forte e o mar muito mexido na raia, a regata da medalha da classe 49er FX foi cancelada. As brasileiras terminaram com 64 pontos perdidos, depois de terem vencido quatro das 15 provas disputadas na fase de classificação. Ficaram bem à frente das adversárias mais próximas, as neozelandesas Alexandra Maloney e Molly Meech (81 p.p.) e as Charlotte Dobson e Saskia Tidey (82 p.p.).

Continuar lendo “Martine e Kahena levam o ouro no Princesa Sofia”

Brasil disputa quatro medal races no Princesa Sofia

The Trofeo Princesa Sofia Iberostar celebrates this year its 50th anniversary in the elite of Olympic sailing in a record edition, to be held in Majorcan waters from 29th March to 6th April, organised by Club Nàutic S’Arenal, Club Marítimo San Antonio de la Playa, Real Club Náutico de Palma and the Balearic and Spanish federations. ©Jesus Renedo/SAILING ENERGY/50th Trofeo Princesa Sofia Iberostar 05 April, 2019.

Martine Grael e Kahena Kunze entram na água neste sábado (6) em busca do ouro no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha. As campeãs olímpicas são as líderes da classificação da 49er FX, com 64 pontos perdidos, e têm boa vantagem sobre as adversárias mais próximas. O Brasil também está na disputa das regatas da medalha das classes 470 feminina, RS:X feminina e Finn. A disputa das provas decisivas tem início previsto para 6h (de Brasília).

Nesta sexta-feira (5), Martine e Kahena venceram a primeira regata do dia, completaram a segunda prova em quinto lugar e, na última, foram surpreendidas por uma rajada de vento mais forte na reta final, terminando em 17º. A dupla tem 17 pontos de vantagem para as neozelandesas Alexandra Maloney e Molly Meech, e 18 pontos em relação às britânicas Charlotte Dobson e Saskia Tidey. A regata da medalha reúne os dez melhores barcos e tem pontuação dobrada.

“A chuva estava entrando e o vento ficou mais forte e inconstante. Mas foi divertido. Estamos retomando o ritmo de competição. Nos últimos dois dias, sentimos um pouco mais de falta de ritmo em rajadas mais fortes como essas”, disse Martine, em entrevista ao site oficial da competição.

Na 470 feminina, a medalhista olímpica Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan avançaram à prova decisiva na quinta colocação, com 71 pontos perdidos. As brasileiras ainda lutam pelo bronze, mas precisam tirar uma diferença de 16 pontos em relação às eslovenas Tina Mrak e Veronica Macarol.

Na RS:X feminina, Bruna Martinelli se classificou para a regata da medalha em décimo lugar (137 p.p.). Na Finn, Jorge Zarif também avançou em décimo (90 p.p.).

Continuar lendo “Brasil disputa quatro medal races no Princesa Sofia”

Martine Grael e Kahena Kunze assumem a liderança do Princesa Sofia

The Trofeo Princesa Sofia Iberostar celebrates this year its 50th anniversary in the elite of Olympic sailing in a record edition, to be held in Majorcan waters from 29th March to 6th April, organised by Club Nàutic S’Arenal, Club Marítimo San Antonio de la Playa, Real Club Náutico de Palma and the Balearic and Spanish federations. ©Pedro Martinez/SAILING ENERGY/50th Trofeo Princesa Sofia Iberostar 03 April, 2019.

Na reta final do Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha, a Equipe Brasileira de Vela aparece no top 10 de quatro das dez classes em disputa. Nesta quinta-feira (4), Martine Grael e Kahena Kunze assumiram a liderança da 49er FX, com 47 pontos perdidos. O Brasil também está no pelotão de frente da 470 feminina, 470 masculina e RS:X feminina. O país ainda tem chances de avançar para as regatas da medalha da Laser, Finn e Nacra 17.

A sexta-feira (5) será o último dia da fase de classificação, com início das disputas previsto para 6h de Brasília. As provas de definição do pódio estão marcadas para sábado (6).

Na 49er FX, Martine e Kahena tomaram o primeiro lugar no geral com os seguintes resultados nesta quinta-feira: 11º, nono e terceiro lugares nas três regatas de um dia de vento forte e rondado. As campeãs olímpicas têm no seu encalço as neozelandesas Alexandra Maloney e Molly Meech, prata nos Jogos Rio 2016, que estão com 66 pontos perdidos.

“Amanhã ainda temos três regatas para disputar, é muito ponto em jogo antes da medal race. O dia foi difícil hoje, mas, contando que as adversárias também tiveram dificuldades, foi bem positivo para nós”, afirmou Martine Grael.

Na 470 feminina, a medalhista olímpica Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan aparecem em sexto lugar da classificação geral, com 61 pontos perdidos, logo atrás das campeãs mundiais Ai Yoshida e Miho Yoshioka, do Japão (53 p.p.). Na 470 masculina, Geison Mendes e Gustavo Thiesen estão em décimo lugar, com 69 pontos perdidos. E na RS:X feminina, Bruna Martinelli segue entre as dez primeiras, em nono lugar (97 p.p.).

O Brasil ainda se mantém firme na disputa da Laser, com Robert Scheidt em 13º (81 pontos perdidos, apenas três pontos fora da zona de classificação para a medal race) e Bruno Fontes em 19º (102 p.p.). Na Finn, Jorge Zarif ocupa a 13ª posição, com 106 pontos perdidos. E na Nacra 17, Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino correm por fora, na 16ª colocação (128 p.p.).

O Troféu Princesa Sofia abre o calendário europeu de competições de classes olímpicas e tem mais de 1.200 velejadores inscritos, de 68 países. O Brasil é representado por 22 atletas.

Resultados completos: https://www.trofeoprincesasofia.org/en/default/races/race-resultsall

Da assessoria / foto: Pedro Martinez

Quatro brasileiros aparecem no top 10 do Princesa Sofia

As meninas do Brasil estão fazendo bonito no Trofeo Princesa Sofia, que está sendo disputado em Palma de Maiorca, na Espanha. Martine Grael e Kahena Kunze estão em segundo lugar na classe 49er FX, a apenas quatro pontos das líderes Charlote Dobson e Saskia Tidey. Na 470, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan aparecem em oitavo lugar. Dentre os homens Robert Scheidt é o melhor colocado em 10º na Laser, enquanto Jorginho Zarif está em 10º na Finn.

O dia não começou tão bem para Scheidt nesta quarta. Na primeira regata, terminou apenas na 24ª colocação. Porém, na disputa seguinte, conseguiu uma recuperação em grande estilo e cruzou a linha de chegada em 5º lugar. Com os descartes, ele deu um salto de 14 posições.

“Com a flotilha ouro, que reúne os melhores colocados nas primeira regatas, sabia que as disputas aumentariam de nível. A receita segue sendo a mesma, mantendo o foco e tentando melhorar sempre um pouco mais”, avalia o maior medalhista olímpico da história do Brasil, com cinco pódios.

Continuar lendo “Quatro brasileiros aparecem no top 10 do Princesa Sofia”

Regata Marina Bracuhy reúne mais de 500 velejadores

No último final de semana de março Angra dos Reis recebeu mais de 500 velejadores na Regata Marina Bracuhy. O comandante Helio, do Maracatu, conta como foi:

12 razões do sucesso da 3ª regata JL Marina Bracuhy

1 – Muitos barcos

A 3ª edição da regata JL Marina Bracuhy, que aconteceu nas águas da Baía da Ribeira, em Angra dos Reis, no último fim de semana de março, teve nada menos que 114 barcos, divididos em 13 classes – uma das maiores flotilhas da história da região. Foi, também, engordada por barcos que vieram de longe, como Ilhabela, Ubatuba, Florianópolis e até de Porto Alegre.

2 – Mais de 500 velejadores

Somadas, as tripulações dos 114 barcos passaram de 500 velejadores e velejadoras, de todas as idades e com as mais variadas experiências em regatas. A maioria, porém, era formada por entusiasmados iniciantes no mundo das competições a vela.

3 – Três dias de festa

A regata foi no sábado, mas a festa começou ainda na sexta, com a tradicional canoa da cerveja. Depois, no sábado à noite, houve a premiação (com troféus para os três primeiros colocados das 13 classes mais premiação especial para o fita azul dos Delta, Beneteau, Dufour e Lagoon), festança com música ao vivo (por conta da guitarra do George Moon e do sax da Pola Parix) mais sorteio de valiosos brindes, que foram de galões de tintas náuticas a um caiaque. E, no domingo, ainda houve um churrasco para quem deixou para ir embora mais tarde.

Continuar lendo “Regata Marina Bracuhy reúne mais de 500 velejadores”

Meninas do Brasil vencem no Trofeo Pricesa Sofia

Com duas vitórias nas regatas desta terça-feira (2), a Equipe Brasileira de Vela mostra sua força no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha. No segundo dia de competição, a medalhista olímpica Fernanda Oliveira e Ana Barbachan ganharam a terceira prova da classe 470 feminina e aparecem no quarto lugar da classificação geral, com 17 pontos perdidos. Na 49er FX, as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze somaram mais um primeiro lugar e ocupam a terceira colocação (20 p.p.).

Ao todo, o Brasil aparece no top 15 de seis classes. A competição continua nesta quarta-feira, dia 3, com início previsto para 6h (de Brasília). As regatas decisivas estão marcadas para sábado, dia 6.

Outro destaque do Brasil nos dois primeiros dias é o desempenho de Geison Mendes e Gustavo Thiesen na classe 470 masculina. Os velejadores gaúchos completaram duas das quatro regatas disputadas em segundo lugar e ocupam a sexta colocação na classificação geral, com 13 pontos perdidos.

Continuar lendo “Meninas do Brasil vencem no Trofeo Pricesa Sofia”

Equipe brasileira estreia no Princesa Sofia

“Acredito que foi um bom começo de campeonato. Estou contente pela maneira que consegui velejar, com confiança na minha velocidade. O barco está andando bem, mas sempre dá para melhorar um pouco aqui e ali. É o que vou fazer: tentar melhorar um pouquinho a cada dia”. Este é o resumo de Robert Scheidt para o primeiro dia de disputa do Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha, onde conseguiu dois oitavos lugares. A competição é o primeiro grande teste do bicampeão olímpico após decidir fazer campanha para a Olimpíada de Tóquio, em 2020.

Scheidt foi o oitavo nas duas regatas desta segunda-feira (1), entre mais de 190 barcos da classe Laser. A organização do Troféu Princesa Sofia, contudo, cometeu um erro e não computou o resultado do velejador brasileiro na primeira regata. “Entramos com pedido de ajuste e vamos aguardar até amanhã de manhã (esta terça-feira) para ver se deu tudo certo. Mas o importante é que estou feliz com a forma como velejei. Tivemos um primeiro dia bem longo na água, muita espera pelo vento em uma raia bem afastada. Mas estou bem e confiante para seguir na competição”, explicou o maior medalhista olímpico da história do Brasil, com cinco pódios.

Continuar lendo “Equipe brasileira estreia no Princesa Sofia”