Definidos os campeões brasileiros de Optimist

Foi encerrado nesta terça-feira (14) o 48º Campeonato Brasileiro da Classe Optimist de 2020. A competição integra o calendário de Campeonatos Brasileiros Interclubes, promovido pelo Comitê Brasileiro de Clubes e realizado pela Confederação Brasileira de Vela (CBVela), pela Associação Brasileira da Classe Optimist (Optibra) e pelo clube Veleiros do Sul.

Foram disputadas 7 regatas qualificatórias e 5 regatas finais. O velejador do Iate Clube do Rio de Janeiro, Lucas Freitas, se consagrou campeão antes do fim da competição, chegando na frente com 6 regatas do programa e contabilizando 29 pontos perdidos. Na categoria feminina, a vencedora foi Joana Gonçalves também do ICRJ, que ficou na 4ª posição da classificação geral. Do Veleiros do Sul o mais bem colocado foi Gustavo Glimm com a terceira colocação no geral e em segundo pela categoria Juvenil.

Continuar lendo “Definidos os campeões brasileiros de Optimist”

Taça Gêmeos do Mar homenageia Axel e Erik Schmidt

Nos dias 11 e 12 de Janeiro ocorreu no ICRJ a segunda edição da Taça Gêmeos do Mar da classe Snipe em homenagem à Axel e Erik Schmidt. Os gêmeos foram os primeiros campeões mundiais do Brasil de esportes individuais, eles foram tri-campeões mundiais de snipe seguidos, em 61, 63 e 65. Até hoje são os únicos tri-campeões da classe. Além disso, colecionaram diversas conquistas de campeonatos nacionais e continentais nos anos 60 e 70.

Os gêmeos do mar também foram medalhistas de ouro e prata nos jogos Pan-americanos na classe Lightning, e participaram de duas edições dos Jogos Olímpicos, de Star em 1968 e de Soling em 1972. Axel e Erik também foram responsáveis pela formação dos irmãos Torben e Lars Grael no esporte da vela. Em 2019 os gêmeos foram eleitos para o Hall da Fama da classe snipe.

O evento, que em 2019 foi vencido por João Bulhões e Fernando Gioia, contou com ventos fortes e a participação de 15 barcos. Com 3 vitórias em 4 regatas, a dupla campeã foi formada pelo sobrinho neto dos homenageados Nick Pellicano Grael e o proeiro João Pedro Moreira, representando o ICRJ e Marinha do Brasil. Em segundo lugar ficou a dupla do ICRJ Breno Bianchi e Flavio Castro, seguidos por Malcolm Scofield e Gustavo
Baiano, também do ICRJ.

Na premiação, o troféu transitório foi entregue por Moema Schmidt, viúva de Axel Schmidt. O evento, também contou com a prestígio de ícones da classe Snipe como Paulo Santos, Ivan Pimentel, Lars Grael, Bibi Juetz, Roberto Pellicano (campeão do Hemisfério na proa do Axel), Juliana Duque (Bronze no Pan e campeã mundial feminina) e Henrique Haddad (atual campeão mundial de Snipe).

Optimist: Catarinense vence Copa Brasil de Estreantes

O velejador Davi Neves, do Iate Clube de Santa Catarina conquistou, nesta segunda-feira (6), a Copa Brasil de Estreantes da Classe Optimist tornando-se campeão brasileiro da categoria. A conquista veio após cinco regatas realizadas ao longo de três dias em Porto Alegre, com sede no Veleiros do Sul. Em 2019, Davi terminou a competição na terceira posição e este ano o atleta catarinense subiu ao lugar mais alto do pódio. Com isso, Davi completa um ciclo que contou também com o bicampeonato sul-brasileiro (2018 e 2019).

Com cinco regatas realizadas, Davi somou dois primeiros, dois segundos e um quarto lugar, sendo esse seu descarte, totalizando apenas seis pontos perdidos. Logo atrás vieram o baiano João de Souza (12pp) e Isadora Fontana (14pp), segundo e terceiro colocado, respectivamente. “Me sinto muito feliz e contente com a minha vitória. As regatas foram bem disputadas, estava bem difícil. Me diverti muito e me concentrei bastante para tentar ganhar”, disse Davi. 

Continuar lendo “Optimist: Catarinense vence Copa Brasil de Estreantes”

VDS seria Brasileiro de Optimist a partir deste sábado

A partir de sábado (04), o VDS será a casa da Copa Brasil de Estreantes e do 48º Campeonato Brasileiro da Classe Optimist. São esperados 200 atletas de até 9 estados diferentes.

Para a categoria de estreantes, a competição será do dia 04 até 06, com previsão de até duas regatas por dia totalizando seis na programação. As confirmações das inscrições iniciam amanhã e vão até sábado ao meio dia. O percurso que será utilizado será o Trapezoidal da Classe, na raia Baía do Cristal. Para mais informações e cronograma completo, confira o Aviso de Regata.

Continuar lendo “VDS seria Brasileiro de Optimist a partir deste sábado”

Sul-Brasileiro de OP começa com vento forte em Porto Alegre

O primeiro dia de regatas do Campeonato Sul-Brasileiro de Optimist foi de agenda cheia. Logo pela manhã os atletas se reuniram no salão principal do Clube Veleiros do Sul para ouvir as instruções de funcionamento da competição explicadas pelo gerente esportivo Odécio Adam. Assuntos como percurso, largadas, apresentação da comissão e dos juízes e o andamento durante os dias foram discutidos. 

Em seguida, foi o momento da Cerimônia de Abertura. Com a palavra, o Vice-Comodoro de Patrimônio Luís Antônio Schneider iniciou o evento saudando os presentes e chamando os atletas que fizeram um desfile representando seus estados. Ao som do hino brasileiro, as bandeiras foram hasteadas pelos velejadores de cada região e pelas autoridades presentes. O Presidente da Associação Brasileira da Classe Optimist (ACBO), Fábio Vessel, e o vice-comodoro, declararam aberto o Campeonato. 

Continuar lendo “Sul-Brasileiro de OP começa com vento forte em Porto Alegre”

Volta a Ilha de SC encerra calendário oceânico em Floripa

Imagine começar a velejar na manhã de sábado e só terminar o trajeto quando amanhece no domingo. Encarar a Regata Volta à Ilha de Santa Catarina, etapa que anualmente encerra o calendário náutico do ICSC, é isso. Em um dia como este sábado a missão de percorrer às 75 milhas náuticas (cerca de 120 km) se torna ainda mais complicado e exige muitos dos velejadores. 

O vento não apareceu e às 10h, horário previsto para o início da regata, a comissão precisou postergar a largada. Quase vinte minutos de espera para finalmente as quase 30 embarcações largarem para mais uma jornada ao redor da Ilha. 

Continuar lendo “Volta a Ilha de SC encerra calendário oceânico em Floripa”

Seletiva Sul-Americana para Tóqui termina nesta sexta

Depois de ser palco das competições de Vela dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Marina da Glória recebe a partir desta terça-feira, 26/11, a Regata Seletiva Sul-Americana para Tóquio 2020 das classes Laser, Laser Radial e Finn organizada pela Confederação Brasileira de Vela, pela Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro e pela World Sailing. A competição, que conta com juízes internacionais, vai distribuir uma vaga por classe para os Jogos Olímpicos do ano que vem. Participam do evento 29 atletas do Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Peru, Chile e Venezuela.

A fase classificatória acontece até o dia 29/11 e a disputa da regata da medalha será no sábado, 30/11. O país que vencer a regata carimba o passaporte para o Japão, desde que já não esteja classificado. Com a participação nas Olimpíadas já garantida nas classes Finn e Laser, o Brasil tem a chance de conquistar na seletiva a vaga na Laser Radial, disputada por mulheres.

da assessoria

Martine e Kahena se preparam para o Mundial de 49erFX

A dupla campeã olímpica de Vela Martine Grael e Kahena Kunze está em Auckland, na Nova Zelândia, nos preparativos finais para o Mundial da classe 49erFX. As brasileiras estão disputando o Campeonato da Oceania

“Estamos bem contentes com as preparações deste ano em geral e contentes de ter retomado o trabalho com o Javier Torres. A organização está nota 10 fora da água, é o primeiro evento com coleta seletiva de lixo, proibição de garrafas de plástico e incentivo à descontinuar consumo de coisas descartáveis. E também nota 10 dentro d’água, o Campeonato da Oceania é um teste para o Mundial, tanto para os atletas quanto para a organização. Está sendo ótimo”, conta Martine Grael.

Continuar lendo “Martine e Kahena se preparam para o Mundial de 49erFX”

Dobradinha Grael no Brasileiro de Star

Terminou no último domingo no Rio de Janeiro o Brasileiro da Classe Star. O evento reuniu 17 duplas de São Paulo e Rio de Janeiro e teve uma boa surpresa no pódio. Nicholas Grael, ao lado do proeiro Pedro Trouche, ficou com a segunda colocação, perdendo apenas para seu pai Lars Grael. Alan Adler e Arthur Lopes completaram o pódio.

Os bons resultados foram comemorados por Lars em suas redes sociais:

“Nada mais saudável para a classe Star do que reunir neste evento vários medalhistas olímpicos, como Reinaldo Conrad, bruno Prada, Torben, que na semana passada disputou a Taça Royal Thames, e tantos outros destaques internacionais como Samuel Gonçalves, Arthur Lopes, Henry Boening, Guilherme Almeida.

Continuar lendo “Dobradinha Grael no Brasileiro de Star”

Maranhenses vencem Brasileiro de Kitesurf

Os maranhenses Bruno Lobo e Maria do Socorro Reis, a Socorrinho, confirmaram o favoritismo é foram os vencedores do Campeonato Brasileiro de Kitesurf, que encerrou no último dia 11, na Praia Brava, em Itajaí, litoral norte de Santa Catarina.

A competição que iniciou no dia 09, contou com 23 atletas, vindos de Santa Catarina, Maranhão, Paraíba, São Paulo, Rio de Janeiro e também kitesurfistas dos Estados Unidos, Turquia e Argentina, que participaram na competição.   

Continuar lendo “Maranhenses vencem Brasileiro de Kitesurf”