Chuva marca primeiro dia da Regata de Abertura na Guarapiranga

Uma imagem contendo céu, ao ar livre, água, edifício

Descrição gerada automaticamente

O primeiro dia da Regata de Abertura 2020 foi marcado por chuva na Guarapiranga. Ainda assim cerca de 30 barcos das classes infanto-juvenis Optimists e Laser 4.7 completaram o percurso entre as raias 1 e 2. A largada foi dada às 14h em frente ao São Paulo Yatch Club, organizador da regata, que teve vento médio, de aproximadamente 10 nós.

Nas proximidades da Ilha dos Amores, ilha que divide as duas raias, a chuva apareceu com tudo, mas não desanimou os jovens velejadores. A flotilha montou uma boia próxima ao Clube de Campo Castelo, retornando novamente ao SPYC, onde estava a linha de chegada.

E apesar da chuva, o dia teve um gostinho especial para oito destes velejadores. Isto porque foi a primeira vez que eles participaram de uma regata oficial.

“Achei legal quando a regata começou, mas no final, quando fomos contornar a boia, estava sem vento, mas na volta tinha um pouco mais! A chuva atrapalhou e tive que tirar água de dentro do barco”, disse Rocco Volker.

“Eu larguei quase em último e fui em direção à Ilha dos Amores. Chegando lá o vento terminou e não consegui velejar direito, mas no final consegui velejar direito e contornar a boia. A chuva atrapalhou o vento e passei muito frio, mas eu gostei!”, disse Ronaldo Barreto.

A regata contou com dez estreantes, 18 veteranos e 3 Laser 4.7.

“A previsão do tempo acertou com a chuva e o vento e foi muito legal ver esses jovens velejadores na água nestas condições. Um agradecimento especial à flotilha do YCSA que se mobilizou e esteve em peso na raia. Esperamos repetir a festa amanhã tanto na água quanto em terra, com a festa de premiação”, disse Michael Downey, comodoro do clube.

Neste domingo será realizada a regata para as demais classes e o número de inscritos já ultrapassa os 200 barcos e 350 velejadores.

“O objetivo era ultrapassar os 200 barcos e como as inscrições seguem abertas até às 23h59 deste sábado, o número ainda vai aumentar. Já arrecadamos mais de meia tonelada de alimentos, que vão ajudar várias instituições”, disse Mark Stevens, vice-comodoro do clube.

Para se inscrever, clique em: http://bit.ly/abertura2020. Não são cobradas taxas de inscrição, porém é necessário doar 2 kg de alimento não perecível por pessoa, que serão entregues a instituições de caridade para validar sua inscrição e ter direito a Camiseta do Evento oferecida pelo São Paulo Yacht Club com apoio da Cultura Inglesa que vem sempre apoiando este evento da comunidade da Vela de São Paulo.

Antes da festa de premiação haverá um bate-papo com o jornalista e escritor Jorge de Souza, sobre seu novo livro, Histórias do Mar.

Resultado deste sábado da Regata de Abertura:

Optimist:

Iniciante feminino: Giovanna França Lanzellotti Lage
Iniciante Masculino:
Pedro Meneghelo Santiago
Veterano feminino: Giovanna Pisciotta Guariglia
Veterano Masculino: Rocco Volker

Laser 4.7:

1. Gustavo Kiessling
2. Dante Volker
3. Laura Nami Uegama Ferreira

Sobre a Regata de Abertura:

A primeira edição foi realizada em março de 1956, por iniciativa de Sr. Cirill Milbourne, que deu a ideia ao então Comodoro do SPYC Bill Treacher. Como o naquela época o nível da represa ficava muito baixo entre setembro e fevereiro devido a abertura das comportas que faziam as águas da Guarapiranga irem para a Billings, as atividades náuticas na Guarapiranga ficavam quase suspensas devido ainda à grande quantidade de tocos, que deixava a navegação perigosa.

A regata de Início de Temporada foi uma forma de festejar a volta das cheias e incentivar os velejadores de todos os clubes e classes a colocarem seus barcos na água. Desde o início foi uma regata de longo percurso, com partida e chegada em frente ao SPYC e passando próximo aos demais clubes.

As premiações nas primeiras edições eram canecas de cerveja de prata inglesa importadas pela Casa Prime, entregues no tradicional chá após a regata realizado no SPYC

O sucesso do evento e o espírito de confraternização em torno do esporte da vela garantiu sua continuidade, tendo a federação oficializado a regata e conferido ao SPYC a primazia de organizá-la por tê-la instituído e por ser o mais antigo clube da represa.

 Números da Regata de Abertura 2019:

  • + 450 velejadores inscritos
  • 291 barcos inscritos, divididos em 39 classes, sendo a Optimist a classe com a maior quantidade de barcos, 38 no total
  • 12 km tinha o percurso mais longo, que foi vencido pelo Nacra 17 dos irmãos Hackerott, com o tempo total de 1h04
  • 180 medalhas foram distribuídas na premiação
  • +500 sanduíches foram consumidos na festa
  • +1 tonelada de alimentos foi doada a instituições de caridade

Sobre o SPYC:

Fundado em 1917 pelo inglês Bert Greenwood, o São Paulo Yacht Club é o clube mais antigo da Guarapiranga. Inicialmente formado apenas por homens, tinha sua sede em um house-boat (ou casa barco), onde ficaram atracados os barcos, até que em 1929 foi adquirido o terreno onde hoje é a sede do clube, no início da Av. Atlântica. Em 1938 recebe o nome de São Paulo Yacht Club ou SPYC, como é conhecido pelos velejadores.

A Regata de Abertura 2020 tem o patrocínio da Cultura Inglesa, organização do São Paulo Yacht Club e apoio da Fevesp e da CBVela.

Fotos: Cris Rhemis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s