Robert Scheidt decide até fevereiro se inicia mais um ciclo olímpico na Laser

Robert Scheidt encerrou a temporada 2018 no lugar onde se habituou a frequentar ao longo da carreira, o pódio. Após o vice-campeonato da Star Sailors League Finals, em Nassau, nas Bahamas, o bicampeão olímpico faz um balanço positivo do ano e começa a pensar nos desafios para 2019. A principal decisão será sobre iniciar ou não um novo ciclo para lutar por uma vaga na equipe do Brasil na Olimpíada de Tóquio, em 2020.

Continuar lendo “Robert Scheidt decide até fevereiro se inicia mais um ciclo olímpico na Laser”

Com Zarif e Trouche, Brasil é campeão da Star Sailors League Finals nas Bahamas

Três vitórias seguidas no mesmo dia levaram Jorge Zarif e Pedro Trouche ao inédito título da Star Sailors League Finals neste sábado, na sexta edição do campeonato disputado anualmente nas Bahamas. Foi a primeira vez que o campeão venceu quartas de final, semifinal e final. Com mais uma vitória na fase de classificação, a dupla levanta a taça e o prêmio de 40 mil dólares com quatro triunfos em 14 regatas entre as 25 duplas repletas de medalhistas olímpicos e campeões mundiais.

O primeiro título brasileiro em Nassau veio em 2013, com Robert Scheidt e Bruno Prada na edição de estreia da SSL Finals. Neste ano, ao lado de Henry Boenig, Scheidt repetiu a medalha de prata de 2017, após o bronze com o mesmo proeiro em 2016. Foi a primeira dobradinha de um país na SSL Finals. Em um ano vitorioso, Zarif conquistou duas etapas da Copa do Mundo na Classe Finn na França e o título mundial de Star em outubro com Guilherme de Almeida em Oxford (EUA), tornando-se apenas o quarto velejador da história a vencer os mundiais de Star e Finn (2013).

Continuar lendo “Com Zarif e Trouche, Brasil é campeão da Star Sailors League Finals nas Bahamas”

Recorde histórico marca os 50 anos de Regata Volta à Ilha

Nem os mais otimistas velejadores poderiam prever o que o sábado (8) reservava para as tripulações que participaram da histórica 50ª edição da Regata Volta à Ilha. Comemorando meio século de muitas emoções, a principal disputa de vela oceânica do estado foi premiada com um dia perfeito de velejo e após 7h43m46s, o Itajaí Sailing Team quebrou o recorde da competição, que pertencia ao Mano Champ´s – 8h43m01s – desde 2011. Com vento sul de 12-15 nós, a última etapa da Copa Veleiros de Oceano teve um altíssimo nível técnico com mais três tripulações superando a barreira das nove horas.

Durante todo percurso as condições de vento foram perfeitas e propícias para a quebra de recorde. Já no início Itajaí Sailing Team, Catuana Kim, Zeus Team, Katana/Portobello, Kiron 4 e Corta Vento aproveitaram as boas rajadas na Baía para velejar com velocidade até o extremo sul da ilha. Com as condições mantendo pressão, os veleiros levantaram balão e navegaram em linha reta por todo leste da ilha até a chegada ao norte. Ao passar pelo través de Jurerê, a equipe itajaiense já abria boa diferença e ao que tudo indicava a quebra de recorde era mera questão de tempo. Ao aparecer na Baía Norte, o IST acertou os últimos pontos até cruzar a linha entre a Comissão de Regatas e bóia, nas proximidades de Forte Sant´Anna, com a Ponte Hercílio Luz de fundo.

Continuar lendo “Recorde histórico marca os 50 anos de Regata Volta à Ilha”