Campeões do Troféu Cayru são definidos em Porto Alegre

IMG_9931

A 28ª edição do Troféu Cayru, tradicional competição de Vela de Oceano, realizada pelo Clube dos Jangadeiros nas águas do Guaíba, terminou neste domingo (21) com a vitória da tripulação do Hobart, do comandante Airton Schneider. Os velejadores sagraram-se campeões na classe ORC Internacional e também levaram o Troféu Rotativo Cayru, somando 4 pontos, deixando o Bravissímo, de Felipe Ilha, do Veleiros do Sul, em segundo, com cinco pontos a mais.

Na classe IRC, o título ficou com o Optimystic, do comandante Pedro Mota, do Veleiros do Sul. Na RGS, o 1º lugar foi para a tripulação do Tinguá, de Guilherme Frate, do Veleiros Saldanha da Gama, de Pelotas/RS. Na classe Regata em Solitário, o vencedor na Geral foi o Boa Vida IV, do comandante Marcelo Bernd. O campeão do Bico de Proa (Barco Fita Azul) foi o Loyalty, também do Veleiros do Sul.

Nos dois dias de disputadas foram realizadas três regatas, uma de percurso longo no sábado (20) e mais duas barla-sota e também o Velejaço no domingo (21). “Eu estou muito feliz de ter ganhado este ano com a minha tripulação. Foi um campeonato duro com um vento forte no sábado e no domingo muito rondado. A velejada acabou sendo difícil, disputada entre grandes velejadores, mas a gente conseguiu sair melhor do que os outros competidores. É também um privilégio manter o título com o Jangadeiros”,  diz o comandante Airton Schneider. 

Confira os resultados completos
ORC, IRC, RGS, MT19, J24
https://bit.ly/2EM2HTI

VELEJAÇO
https://bit.ly/2POkivc

SOLITÁRIO
https://bit.ly/2PMAihd

Da assessoria

Organização divulga alteração no AR do Brasileiro de ORC e IRC

43709510_735904503412397_2083369355457855488_o.jpg

A contagem regressiva para o Brasileiro de ORC e IRC já começou. O evento terá início neste sábado, em Santos, com a largada da tradicional regata Santos – Rio, e seguirá no Rio de Janeiro com o Circuito Rio. A organização divulgou esta semana a primeira alteração no AR, onde fica estabelecido que, além de estar em dia com a ABVO e com o certificado de medição de uma das duas classes, todos os competidores também deverão estar filiados às suas federações estaduais. Em compensação, não serão cobradas taxas de inscrição para o Brasileiro, ou seja, quem estiver inscrito nos outros dois eventos estará automaticamente participando da competição nacional.

O arquivo completo pode ser visto aqui.

Assim como já foi feito em outras ocasiões, a Santos – Rio poderá ser acompanhada ao vivo através dos SPOTs colocados nos barcos participantes. Se você vai participar da regata, precisa informar a organização o quanto antes para que o link do seu barco possa ser criado em tempo hábil. Além de garantir a torcida de quem fica em terra, esta tecnologia também garante a segurança de todos os velejadores.

Foto: Douglas Moreira