Patoruzú é fita-azul da REFENO

Foto 04

O favoritismo do Patoruzú foi confirmado e a embarcação conquistou o troféu Fita Azul da 30ª Regata Recife-Fernando de Noronha. Vencendo de ponta a ponta, o barco quebrou a hegemonia do Camiranga e devolveu o título para Pernambucano após cinco anos. O último havia sido o Ave Rara, em 2013. Comandado por Higinio Luís Marinsalta, o Patoruzú venceu a Refeno pela primeira vez ao concluir o percurso de 292 milhas náuticas (545 quilômetros) às 14h58 com o tempo de 25h58min12s.

Na partida do Marco Zero, no início da tarde de sábado (29), o Patoruzú logo assumiu a liderança entre os 61 barcos, mas seguido de perto pelo A Travessia (PB) e o Jahu II (PE) ainda na saída do Porto do Recife. Porém, após as primeiras oito horas, a embarcação pernambucana abriu uma boa vantagem para chegar a Fernando de Noronha com a tranquilidade necessária para conquistar o inédito título.

O Patoruzuúé um barco fabricado no Cabanga Iate Clube de Pernambuco e já foi vice-campeão da Refeno por duas vezes: 2015 e 2017. Neste ano, com praticamente a mesma tripulação sob o comando do Capitão Higinio Luís Marinsalta, a embarcação conquistou o Fita Azul da histórica edição da Regata Recife-Fernando de Noronha.

“A regata foi bastante difícil para nós. As primeiras 150 milhas avançamos bem rápido, tivemos vento de mais de 15 nós de velocidade. Porém, entre as 16h e 17h do sábado, quebramos uma adriça e às 21h quebramos o tirante do bombordo. Foi um momento muito tenso, tivemos que parar o barco, chegamos até a pensar em voltar, mas conseguimos fazer a amarração de forma, até certo ponto, segura e viemos poupando o barco desde então. Apenas no fim da manhã soubemos pelo rádio que estávamos perto do título. E estamos muito felizes”, afirmou o capitão do Patoruzú, Higinio Marinsalta.

Até o fechamento desta matéria, dois barcos tiveram problemas e não completarão a regata. O mastro do Jahú II quebrou, enquanto o Tranquilidade estourou o estai de proa com a genoa. O Aventureiro 3 e o Algo+ interromperam suas regatas para socorrer o Jahú II e, na sequência, retomaram o percurso para Fernando de Noronha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s