Campeões do Circuito Conesul são definidos em Porto Alegre

IMG_9640.JPG

O 27º Circuito Conesul de Vela de Oceano terminou neste fim de semana no Veleiros do Sul, com a disputa das regatas de longas distâncias: 48º Troféu Seival e a 29ª Regata Farroupilha, que tinham maior peso na competição.

O título na classe ORC Internacional do Circuito Conesul ficou com o barco Kamikaze XI, de Hilton Piccolo, Clube dos Jangadeiros. O tradicional Troféu Seival, a maior regata em água doce do Brasil, com 67.9 milhas de distância e percurso pelo rio Guaíba e Lagoa dos Patos, teve como vencedor o barco Loyalty, de Alexandre Leal, do Veleiros do Sul. Além do título no tempo corrigido, o Loyalty também foi o vencedor da Taça Xodó – Bico de proa – por ter sido o primeiro a cruzar a linha de chegada, próxima a ilha das Pedras Brancas às 23h10m17s. O Seival é disputado há 48 anos ininterruptamente e tornou-se a regata ícone da vela gaúcha.

Os barcos da classe RGS competiram na Regata Farroupilha, 50.8 milhas, e teve como vencedor o barco Calafate, de Gustavo Bohrer, Veleiros do Sul, e na Microtonner 19 o Batucada, de João Eduardo Araújo (SAVA), ficou em primeiro lugar. As largadas das competições foram em frente a nova orla do Guaíba no sábado às 11h20min com vento sul em torno dos seis nós de intensidade, mas ao longo das regatas variou nas direções sul-sudeste- leste e de 6 a 17 nós. O último barco ao cruzar linha do Troféu Seival foi o Bravíssimo às 3h50m37s, bem no limite da entrada de uma tormenta em Porto Alegre com ventos que chegaram a 57 nós nas rajadas.

Na classe RGS a vitória foi do barco Levado, de João Sokolnick, do Rio Grande Yacht Club. Na classe IRC o título foi para o Caulimaran, de Emílio Strassburger (CDJ) e na Microtoner 19, o Batucada, de José Eduardo Araújo (SAVA) foi o campeão. O Circuito teve no total seis regatas realizadas em quatro dias e participação de 41 barcos.

O 27º Circuito Conesul contou com o patrocínio do Banrisul e apoio Delta Yachts, Melnick Even e Porto Alegre Convention & Visitors Bureau e tem a supervisão da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), ABVO e FEVERS.

Da assessoria /  foto:  Ricardo Pedebos/Veleiros do Sul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s