Take Ashauer vence Ilhabela Cup na Classe HPE 25

342403_810247_take___edit_ac

Os 16 barcos da maior flotilha one design da Semana de Vela de Ilhabela (SVI), abrem o principal evento da vela oceânica brasileira nesta quarta-feira (25). O Take Ashauer levará para a raia a motivação de ter vencido a Ilhabela Cup, torneio que serviu para manter as tripulações da Classe HPE 25 ativas às vésperas da SVI.

Três regatas foram disputadas segunda e terça-feira, a primeira de percurso e as outras duas, barla-sota (entre boias). A vitória do Take Ashauer na primeira, deu à tripulação o privilégio de vencer o torneio com mais um terceiro e um segundo lugares, com seis pontos perdidos, quatro a menos do que o Ginga, vencedor das duas últimas provas. Fit to Fly Maserati ficou na terceira colocação, seguido por Dom e Conquest ecom.

“Aproveitamos a copa para os acertos finais no Take Ashauer. Em uma classe de monotipos, qualquer ajuste pode fazer a diferença. Erramos muito hoje, principalmente nas largadas que precisam ser aprimoradas. O Ginga foi quem menos errou. É o time a ser batido, mas nós estamos com o barco veloz. É só não atrapalharmos”, brincou o tripulante da embarcação vencedora, Cássio Ashauer. Continuar lendo “Take Ashauer vence Ilhabela Cup na Classe HPE 25”

Com campeãs olímpicas de volta, Brasil vai para a disputa do Mundial da Dinamarca

Martine Grael e Kahena Kunze_Reprodução

A Equipe Brasileira de Vela vai reforçada para o principal campeonato do calendário 2018. As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze estão de volta às competições da 49er FX após um ano e vão integrar a delegação de 20 velejadores do Brasil no evento. O Mundial de Classes Olímpicas será disputado na cidade de Aarhus, na Dinamarca, com regatas a partir do próximo dia 2 de agosto. Além do título, estarão em jogo as primeiras vagas para os países nos Jogos de Tóquio 2020.

“Estamos vindo com sangue nos olhos (risos). Mas sabemos que não será fácil. Ficamos esse tempo fora enquanto outras meninas não pararam. É claro que queremos a vaga para os Jogos Olímpicos. O melhor é não ter muitas expectativas, mas vamos entrar para dar o nosso melhor”, afirmou Martine, que passou o último ano dedicada à participação na Volvo Ocean Race. Continuar lendo “Com campeãs olímpicas de volta, Brasil vai para a disputa do Mundial da Dinamarca”