Equipe brasileira embarca para o Mundial da Juventude

Tiago Quevedo 01_Crédito Peu Fernandes CBVela.jpg

O futuro da vela brasileira vai começar a despontar a partir da próxima segunda-feira, dia 16, nas águas de Corpus Christi, no litoral do Texas, nos Estados Unidos. Com 12 atletas (seis meninas e seis meninos), a delegação do país disputa o Mundial da Juventude e estará na briga nas classes RS:X (masc. e fem.), 420 (masc. e fem.), Laser Radial (masc. e fem.) e 29er (masc. e fem.). As regatas de medalha estão marcadas para sexta-feira, dia 20.

A delegação embarca na madrugada desta sexta-feira, dia 13, com uma novidade no comando. O uruguaio Juan Ignacio Sienra foi contratado pela Confederação Brasileira de Vela (CBVela) para ser o coordenador técnico da Vela Jovem e estará à frente da equipe, com o objetivo de desenvolver talentos para as classes olímpicas.

“A gurizada está ciente do desafio. Vejo os nossos velejadores com muita empolgação e confiança no trabalho que fizeram conosco e com seus clubes. Todos eles vão dar o máximo para representar o Brasil”, afirma Juan Ignácio.

A vela brasileira tem uma história de conquistas no Mundial da Juventude, incluindo os ouros de Robert Scheidt (1991), Martine Grael e Kahena Kunze (2009), atletas que depois se tornariam medalhistas em Jogos Olímpicos.

“O Mundial da Juventude é uma competição formadora para atletas com aspirações olímpicas, e para todos os velejadores é uma experiência inesquecível. É um campeonato muito difícil, a principal competição do ano na Vela Jovem”, diz Juan Ignácio.

“É muito importante apoiar os atletas neste campeonato internacional e fazer parte da história desse esporte, que é cheia de tradição e já proporcionou momentos marcantes para o país. Apostamos no desenvolvimento destes atletas e já começamos a ver essa geração brilhando mundo afora”, afirma Ricardo Botelho, presidente do Grupo Energisa, patrocinador da Vela Jovem.

Os velejadores do Brasil no Mundial da Juventude 2018

Nome Idade Classe
Vitor Paim 16 29er
Ian Paim 18 29er
Guido Hirth 15 420
Stefano Motta 16 420
Tiago Quevedo 17 Laser Radial
Guilherme Plentz 17 RSX
Christine Marie Reimer 16 Laser Radial
Rafaela Salles 17 29er
Fernanda Blyth 18 29er
Marina da Fonte 15 420
Marina Arndt 17 420
Larissa Ricci Schenker 18 RSX

 HISTÓRICO DE MEDALHAS DO BRASIL NO MUNDIAL DA JUVENTUDE

MUNDIAL VELEJADOR CLASSE MEDALHA
Largs, na Escócia (1991) Robert Scheidt Laser OURO
Marathon, na Grécia (1994) Rodrigo Amado e Leonardo Santos Laser II PRATA
Fukuoka, no Japão (1997) Ricardo Winicki Mistral OURO
Cidade do Cabo, na África do Sul (1998) André Cahú e Victor Luiz de Azevedo Hobie Cat 16 BRONZE
Ricardo Winicki Mistral OURO
Busan, na Coreia do Sul (2005) Mariana Basílio e Gabriela Biekarck 420 feminina BRONZE
Weymouth, na Inglaterra (2006) Bruno Frey e Ricieri Marchi Hobie Cat 16 PRATA
Marcos Adler e Bruno Faria 420 masculina BRONZE
Arhus, na Dinamarca (2008) Patricia Freitas RS:X feminina BRONZE
Búzios, no Brasil (2009) Martine Grael e Kahena Kunze 420 feminina OURO
Renato Amaral RS:X masculina BRONZE
Zadar, na Croácia (2011) Martin Lowy e Kim Vidal de Andrade Sirena SL 16 OURO
Dun Laoghaire, na Irlanda (2012) Menandro Lobão e Kim Vidal de Andrade Sirena SL 16 BRONZE
Limassol, no Chipre (2013) Tiago Brito e Andrei Kneipp 420 masculina OURO
Tavira, em Portugal (2014) Kim Vidal de Andrade e Antonio Carlos Lopes Neto Sirena SL 16 BRONZE
Langkawi, na Malásia (2015) Leonardo Lombardi e Rodrigo Luz 420 masculina PRATA
Brenno Francioli RS:X masculina BRONZE

 TOTAL: 6 OUROS / 3 PRATAS / 8 BRONZES = 17

Da assessoria / foto: Peu Fernandes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s