Velocidade versus algas na oitava etapa da Volvo Ocean Race

unnamed (15)

As equipes que disputam a oitava etapa da Volvo Ocean Race 2017-18 têm mais um desafio no Oceano Atlântico, além de encontrar as melhores rajadas: desviar das algas marinhas. O chamado Mar de Sargaços por conter espécies Sargassum impõe dificuldades aos barcos, que perdem velocidade. Essa faixa vai do Caribe à costa sul dos Estados Unidos.

Os sargaços tem criado problemas para os marinheiros desde os tempos de Cristóvão Colombo e agora, mais de 500 anos depois, continua atrapalhando os melhores velejadores do mundo na Volvo Ocean Race. A alga pode grudar na quilha ou no leme e reduzir a velocidade da embarcação.

“É muito chato, porque podemos ver como a velocidade do barco diminui, e às vezes até perde a direção. O leme está cheio de algas e não permite que navegue normalmente”, explicou o espanhol Pablo Arrarte, do MAPFRE. Continuar lendo “Velocidade versus algas na oitava etapa da Volvo Ocean Race”

Campeões do USF são definidos em dia de sol e vento médio

Chegou ao fim nesta segunda-feira o Ubatuba Sailing Festival. E o dia não poderia ter sido melhor. Com sol forte e vento médio, a Comissão de Regatas presidida por Cuca Sodré realizou uma regata de percurso médio para os 38 inscritos na competição. O evento é promovido pelo Ubatuba Iate Clube e este ano chega a sua nona edição.

Os barcos maiores, das classes IRC, ORC fizeram uma regata de 10 milhas, contornando a ilha das Cabras por Boreste, enquanto os outros barcos contornaram uma boia, em um percurso um pouco mais curto, com sete milhas. Na classe IRC, o título veio no desempate. O Asbar IV (Beneteau 35), de Jonas de Barros Penteado, não velejou tão bem na regata do dia, terminando na 5ª colocação, mas duas vitórias nas outras duas regatas garantiram o primeiro lugar na competição. A disputa foi acirrada com o Rudá (First 40), de Mario Martinez, terceiro na regata e segundo colocado geral com a mesma pontuação.

“As regatas foram muito disputadas, pena que faltaram alguns barcos de Ilhabela. Mas no geral o campeonato foi um sucesso, com nível muito alto! Esta regata de hoje foi muito técnica, o Cuca acertou a raia, com uma raia difícil. O Ubatuba Iate Clube está de parabéns por mais um campeonato muito bom!”, disse Jonas. Continuar lendo “Campeões do USF são definidos em dia de sol e vento médio”