Jorge Zarif vence Copa do Mundo da França

WhatsApp Image 2018-04-29 at 9.05.32 AM.jpeg

Com um desempenho brilhante na regata da medalha, Jorge Zarif conquistou neste domingo, dia 29, o ouro na etapa de Hyères (França) da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela). O brasileiro venceu a prova decisiva da classe Finn de ponta a ponta, com grande vantagem sobre os adversários. Com esse resultado, terminou o campeonato com 38 pontos perdidos, deixando o holandês Nicholas Heiner (46 p.p.) com a prata e o turco Alican Kaynar com o bronze (50 p.p.).

O triunfo de Jorge Zarif pode ser visto na íntegra, em alta definição, no link abaixo, que começa na marca de 1h39min20s da transmissão em vídeo feita pelo canal da World Sailing no YouTube:

https://youtu.be/wPJ4KJQKCC0?t=1h39m20s

“Foi muito bom. É a terceira etapa de Copa do Mundo que eu ganho. É a oitava vez que venho para a Hyères e a primeira que consigo medalhar aqui. Logo de cara conseguir o ouro me deixa muito feliz. É muito importante para o resto da campanha este ano”, afirmou Jorginho, que já havia sido campeão duas vezes da etapa de Miami da Copa do Mundo (2016 e 2017).

O ouro na França coroa uma temporada que já está sendo muito boa para Jorge Zarif. O brasileiro ficou em 4º lugar na Copa do Mundo de Miami (EUA), foi 5º no Troféu Princesa Sofia e 7º no Campeonato Europeu, ambos na Espanha. A próxima parada será a etapa Final da Copa do Mundo, que reunirá os melhores velejadores da temporada em Marselha (França), de 3 a 10 de junho.

Neste domingo, Jorginho entrou na prova decisiva em segundo lugar na classificação geral, atrás de Nicholas Heiner. Com ventos de 12 a 15 nós, deu um show na regata da medalha para subir no topo do pódio. Logo na largada, enquanto os demais competidores saíram pela esquerda, o velejador brasileiro optou pelo lado direito da raia. Foi a escolha perfeita. Jorginho disparou na liderança, deixando para trás até o atual campeão mundial, o sueco Max Salminen, que acabaria a prova em segundo lugar, mais de 100 metros atrás.

“Falei com o pessoal da Laser, que disputou a medal race antes da Finn, e todos diziam que estava melhor pela esquerda. Mas um pouco antes da largada eu percebi mais vento do lado direito. Deu certo o plano de ir para a direita”, explicou Zarif.

CLASSE 470 FEMININA

A Equipe Brasileira de Vela também esteve bem representada na decisão da classe 470 feminina. Fernanda Oliveira e Ana Barbachan terminaram a regata da medalha em sexto lugar e ficaram na nona colocação na classificação geral, com 108 pontos perdidos. Foi um resultado expressivo após um começo de semana complicado para a dupla nas primeiras provas. O ouro foi para as francesas Lecointre/Retornaz (62 p.p.).

Ao todo, a delegação brasileira teve 13 atletas em Hyères. Veja abaixo os resultados dos demais velejadores do país.

Nacra 17: Samuel Albrecht e Bruna Martinelli, 7º lugar, com 112 pontos perdidos;

Nacra 17: João Bulhões e Gabriela Nicolino, 17º lugar (161 p.p.)

49er: Carlos Robles e Marco Grael, 24º (118 p.p.);

470 masculina: Geison Mendes e Gustavo Thiesen, 34º (217 p.p.).

Laser: Bruno Fontes, 33º (273 p.p.);

Laser: João Pedro Souto de Oliveira, 55º (408 p.p.)

Resultados completos:

http://sailing.org/worldcup/results/index.php

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s