Na França, Zarif disputa pódio na Copa do Mundo de Vela neste domingo

Jorge Zarif 01_Credito Jesus Renedo_Sailing Energy.jpg

Jorge Zarif vai em busca de um lugar no pódio neste domingo, dia 29, na etapa de Hyères (França) da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela). Após passar a semana toda no pelotão da frente da classe Finn, o velejador brasileiro chega à disputa em segundo lugar, com 36 pontos perdidos, quatro atrás do holandês Nicholas Heiner, líder da classificação (32 p.p.), e dois à frente do turco Alican Kaynar, terceiro colocado (38 p.p.). Com uma diferença tão pequena, a regata de medalha, prevista para 7h48 de Brasília, será praticamente um confronto direto para definir ouro, prata e bronze, com pouca margem de erro.

“Hoje (sábado) chegamos a largar para uma regata da fase de classificação, mas não tinha condição nenhuma. Então está tudo bem parelho, do primeiro ao quarto lugares. Vamos com tudo para brigar por uma medalha”, disse Jorge Zarif, lembrando que o tcheco Ondrej Teply (48 p.p.) também corre por fora na briga pelo pódio.

O último dia de disputa em Hyères terá transmissão ao vivo em vídeo pelo canal do YouTube da World Sailing, no seguinte link:

https://www.youtube.com/watch?v=wPJ4KJQKCC0

A Equipe Brasileira de Vela também estará representada na decisão da classe 470 feminina. Numa grande arrancada na reta final da fase de classificação, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan garantiram um lugar entre os dez barcos que disputam a regata de medalha, com horário de largada previsto para 9h18 de Brasília. Elas avançam na décima colocação, com 96 pontos perdidos, uma virada expressiva após um começo de semana complicado.

“Demoramos um pouco a pegar o ritmo num campeonato com mais barcos na água, mas ficamos felizes porque nas últimas regatas conseguimos andar entre as dez primeiras. Temos a oportunidade de melhorar alguns pontos e agora é velejar o melhor possível na medal race”, afirmou Fernanda Oliveira.

REGATA DE MEDALHA DE SÁBADO

Neste sábado, dia 28, Samuel Albrecht e Bruna Martinelli terminaram a disputa da classe Nacra 17 em sétimo, com 112 pontos perdidos, à frente dos campeões olímpicos Santiago Lange e Cecilia Carranza, da Argentina, que ficaram em oitavo (115 p.p.). Na regata de medalha, com ventos muito fracos, os velejadores brasileiros chegaram a liderar a prova na segunda perna e acabaram em quarto lugar.

Ao todo, a delegação brasileira tem 13 atletas em Hyères. Na classe 49er, Carlos Robles e Marco Grael fecharam sua participação, em 24º lugar, com 118 pontos perdidos. Na 470 masculina, Geison Mendes e Gustavo Thiesen ficaram em 34º (217 p.p.). Na Laser, Bruno Fontes acabou em 33º (273 p.p.) e João Pedro Souto de Oliveira terminou em 55º (408 p.p.)

Um dos palcos mais tradicionais das classes olímpicas, Hyères este ano recebe cerca de 670 atletas de 46 países em mais de 400 barcos. Será a última etapa antes da Final da Copa do Mundo, que reunirá os melhores velejadores da temporada em Marselha (França), de 3 a 10 de junho.

Resultados completos:

http://sailing.org/worldcup/results/index.php

Da assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s