Flotilha da Volvo está quase completa em Itajaí

O barco Turn The Tide On Plastic ficou na quarta colocação da sétima etapa da Volvo Ocean Race 2017-18, concluindo o percurso de 7.600 milhas náuticas em 20 dias, 3 horas e 12 minutos. A equipe cruzou a linha de chegada em Itajaí (SC) na madrugada do último sábado sábado (7).

Os velejadores foram recebidos por centenas de pessoas na Vila da Regata de Itajaí. Era 1h12 (Horário de Brasília). O TTOP – iniciais de Turn The Tide On Plastic – soma 8 pontos pelo resultado. A perna tem pontuação dobrada.

”Foi muito legal ver muita gente essa hora da madrugada nos recebendo e nos aplaudindo. Agora vamos descansar e aproveitar a hospitalidade de Itajaí”, disse a comandante britânica Dee Caffari. ”Foi uma etapa muito difícil, com ventos fortes e condições complicadas. Também ficamos bastante abalados com a perda de um amigo (John Fisher)”. Continuar lendo “Flotilha da Volvo está quase completa em Itajaí”

Zarif é o melhor brasileiro no Princesa Sofia

Jorge Zarif_Crédito Tomás Moyá_Sailing Energy.jpg

Jorge Zarif deu mais uma prova de que está firme na elite da classe Finn. O velejador terminou em quinto lugar na classificação geral do Troféu Princesa Sofia, em Palma, na Espanha, com 113 pontos perdidos. Neste sábado, dia 7, Jorginho teve bom desempenho na regata da medalha e cruzou a linha de chegada em terceiro. Foi o segundo resultado de top 5 do brasileiro em 2018, após a quarta colocação na Copa do Mundo de Miami, em janeiro.

A regularidade no topo da classe aumenta a confiança do velejador à medida que se aproxima o Campeonato Mundial de Classes Olímpicas, marcado para começar no dia 30 de julho, em Aarhus, na Dinamarca. O evento valerá classificação para os países nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

“Fico contente de ficar mais uma vez entre os melhores, embora um pouco decepcionado pela medalha que não veio. Agora é continuar treinando e melhorando para ir forte a Aarhus. O principal objetivo de 2018 é terminar o Mundial entre os oito primeiros, e os três resultados deste começo de ano dariam a vaga olímpica para o Brasil”, disse Zarif, lembrando ainda o sétimo lugar que conquistou no Campeonato Europeu, há três semanas.

O britânico Giles Scott, campeão olímpico nos Jogos Rio 2016, garantiu a medalha de ouro em Palma com apenas 57 pontos perdidos. Completaram o pódio o holandês Nicholas Heiner, com a medalha de prata (84 pontos perdidos); e o neozelandês Andy Maloney, com o bronze (95 p.p.)

“Foi uma semana muito difícil. O atual campeão mundial terminou em décimo. O campeão europeu ficou em 14°. O medalhista de bronze no Rio 2016 acabou em 27°”, analisou Zarif.

A tradicional competição espanhola reuniu este ano cerca de 1.200 inscritos, numa disputa de alto nível técnico. O Brasil esteve presente em Palma com uma delegação de 16 velejadores, com um perfil mais jovem e o foco em desenvolver talentos.

A próximo compromisso da Equipe Brasileira de Vela é a etapa de Hyères, na França, da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela), a partir do próximo dia 22.

Resultados completos do Troféu Princesa Sofia:
http://www.trofeoprincesasofia.org/en/default/races/race

Da assessoria / foto: Sailing Energy