Tiagos Quevedo e Monteiro e João Pedro são campeões brasileiros de Laser

26991965_1823560901276101_3519244155572326459_n.jpg

Neste domingo chegou ao fim em Salvador o Campeonato Brasileiro da classe Laser. A competição foi marcada por regatas bastante disputadas nas divisões Radial e 4.7, enquanto na Standard, João Pedro Oliveira conquistou o título invicto e com um dia de antecedência. Na Radial o carioca Gustavo Abdulklech até teve um último dia muito bom, com vencendo a última regata da série, porém com o descarte, Tiago Quevedo conseguiu abrir quatro pontos de vantagem e levar o ouro para casa. Já na 4.7, Tiago Monteiro e Bernardo Pereira tiveram um ponto de diferença na pontuação geral, mas o descarte foi vantajoso para Tiago, que ficou cinco pontos na frente e também levou a medalha dourada.

Confira abaixo os resultados completos:

STANDARD

RADIAL

4.7

foto: Peu Fernandes

 

Crioula é campeão do Circuito Atlántico Sur

crioula.jpg

O Crioula Team, do Veleiros do Sul, foi o grande campeão do Circuito Rolex Atlântico Sul que encerrou neste sábado em Punta del Este na categoria ORC. A equipe do barco Soto40 comandada Renato Plass e  que conta com Samuel Albrecht como tático terminou a sua participação com vitória nas duas últimas regatas da série. Na classe IRC o Brasil foi representado pelo o barco Madrugada, de Niels Rump, do mesmo clube, que ficou em quarto lugar na classificação geral. Súmula Final  

Com informações do VDS

Time de Martine Grael é bronze na quarta etapa da Volvo Ocean race

m111898_13-04-180120-pma-03650-0691.jpg

O barco team AkzoNobel, que tem como uma das tripulantes a brasileira Martine Grael, ficou com a terceira colocação da quarta etapa da Volvo Ocean Race 2017-18. A equipe da campeã olímpica na Rio 2016 completou o percurso de quase 6 mil milhas náuticas entre Melbourne (Austrália) e Hong Kong na noite desta sexta-feira (19) no Brasil, já manhã na Ásia, local da chegada.

O time fez o trajeto em 17 dias, 21 horas e 6 minutos. A etapa foi vencida pelo Team Sun Hung Kai / Scallywag, que fechou a quarta perna da Volvo Ocean Race em 17 dias, 4 horas e 30 minutos. Em segundo ficou o Dongfeng Race Team, que fez em 17 dias, 17 horas e 18 minutos.

”Foi uma das pernas mais divertidas. No começo a gente teve muita disputa, com os barcos sempre no visual até passar da Linha do Equador. O tempo inteiro, de dia, de noite, com binóculo. Foi super competitiva e isso divertiu bastante”, contou a brasileira Martine Grael. ”Depois de uma terceira perna muito dura com uma quebra, foi muito bom chegar em Hong Kong com o pódio”. Continuar lendo “Time de Martine Grael é bronze na quarta etapa da Volvo Ocean race”