Paulo Freire se despede da comodoria da ABVO com vitória no Circuito Rio

WhatsApp Image 2017-11-06 at 4.37.32 PM

O Comodoro Paulo Freire se despediu do cargo mais alto da ABVO deixando um grande legado na sua gestão e também com o melhor resultado que um velejador poderia alcançar no Circuito Rio: o título de campeão geral. O veleiro Miragem conseguiu uma virada histórica, chegando no último dia na sexta colocação da classe ORC e conquistando dois bons resultados nas últimas regatas (segundo e terceiro lugares) para garantir a posse do troféu transitório por dois pontos de diferença.  No total, a classe ORC teve 16 inscritos e sete regatas disputadas, contando a Santos-Rio, que este ano pôde entrar como descarte. Nenhum dos três primeiros disputou a regata longa.

 

Confira o resultado completo do Circuito Rio:

ORC:

IRC:

RGS:

Jacques Vabre: Mussulo está de volta na regata após pausa na Bretanha

image-c-1000-340

Após uma breve pausa no porto de Camaret, na Bretanha, para consertar o barco, a dupla Leoardo Chicourel e Zé Guilherme Caldas, do Classe 40 Mussulo, voltou a competir na Transat Jacques Vabre.

“Estamos saindo agora de Camaret, após resolvermos os problemas no barco. Apesar de um pouco frustados por ter parado, estamos com com muita garra para continuar a regata. Realmente não tínhamos outra opção, pois precisávamos de peças para repor nos instrumentos e outro cabo elétrico para nossa fonte de energia, materiais que só chegaram à noite. Mas tudo tem seu lado bom! Após a subida no mastro, constatamos que tínhamos que trocar alguns cabos estruturais que não estavam bons, mais atraso porém foi resolvido outro problema que provavelmente ia acontecer na viagem.
Seguimos firmes e felizes por estar de volta ao mar! Abraço a todos!!”

Na manhã desta quarta-feira os dois apareciam em 14º, velejando a pouco mais de 11 nós, a 417 milhas dos líderes.

Hans e Karina Hutzler vencem o Brasileiro de Dingue em Ilhabela

WhatsApp Image 2017-11-06 at 10.13.32 AM.jpeg

Terminou em Ilhabela no último domingo o Campeonato Brasileiro da classe Dingue. O evento reuniu 47 duplas em três dias com sete regatas disputadas. Hans e Karina Hutzler, do Cabanga Iate Clube, souberam ler melhor as duas raias usadas na competição (no baixio do canal de São Sebastião e próximo à ponta das Canas) e levou o troféu para casa. Bruno dos Reis e Ana Carolina Varoni, de Ilhabela, ficaram em segundo, enquanto Leonardo Almeida e Sofia Hutzler completaram o pódio na terceira colocação.

“Foi um campeonato bem difícil, com vento forte no primeiro dia, chegando a 25 nós, no segundo ele diminuiu um pouco e no terceiro e último dia ele ficou bem fraco e rondado. Tivemos velejadores vindo de outras classes, como Star, Laser, Hobie Cat, o que elevou o nível da classe. No último dia os sete primeiros chegaram com chance e tivemos muitas trocas de posições na água. A classe Dingue é uma classe que agrega famílias, casais e isso é muito legal”, disse Hans.

Resultados:

  1. Hans e Karina Hutzler
  2. Bruno dos Reis e Ana Carolina Varoni
  3. Leonardo Almeida e Sofia Hutzler
  4. David Backer e Lucas Miranda
  5. Luis Otávio Correia e Isaias Menezes
  6. Luis José Correia Jr e Anisio Correia
  7. Alvaro Bastos e Guilherme de Souza
  8. Eugênio e Regina Gerth
  9. Giancarlo Canalli e Patreze Luan
  10. Fabio e Luca Bruggioni