Terceiro dia do Brasileiro de ORC e IRC tem regata de percurso e paulistas na liderança da IRC

 

Quem foi para a Vila do Abraão, na Ilha Grande, em Angra, para o Brasileiro de ORC e IRC não se arrependeu. A sexta-feira foi mais um dia lindo, com sol e vento na casa dos 10 nós. A Comissão de Regatas realizou duas regatas para ambas as classes. A primeira barla-sota e a segunda, de percurso médio, com 11 milhas de comprimento, entre boias.

Os paulistas dominaram as três primeiras colocações da classe IRC, com Rudá novamente em primeiro, Asbar IV em segundo e Orson Czechvar em terceiro. Na ORC o Pajero segue na liderança, apesar de não ter tido um dia tão bom.

“O campeonato tem sido muito bom, em um lugar que não estamos acostumados a velejar, em uma raia que a gente não sabe muito bem o que vai acontecer. A disputa com o Crioula tem sido mais acirrada, os dois barcos evoluíram muito nos últimos tempos. Acredito que fazer um campeonato brasileiro separado, apenas com os barcos de rating pode se tornar uma tendência. Tivemos vento bom e dias lindos e acho que para um próximo ano mais barcos deverão participar”, disse André Fonseca, o Bochecha, tático do Pajero.

Resultados:
ORC
IRC

O Brasileiro de ORC e IRC é organizado pela ABVO, com patrocínio da Mitsubishi e apoio da CBVela, Marinha do Brasil, ICRJ, Quantum Sails, North Sails, B&G, Harken, Nautisport, Riostar

 

 

Segundo dia do Brasileiro de ORC e IRC tem duas regatas barla-sota com vento fraco

A quinta-feira começou bastante nublada na Ilha Grande, em Angra dos Reis, onde está sendo disputado até o próximo sábado (09) o Brasileiro de ORC e IRC. A primeira regata do dia teve a largada pontualmente às 12h para a classe ORC e às 12h05 para a IRC, porém o vento rondou mais do que o previsto e a prova foi cancelada.

No final do dia, duas regatas com vento máximo de dez nós foram realizadas, totalizando três até agora. O Pajero fez a melhor média do dia na classe ORC, somando um primeiro e um segundo lugares, o que os deixa na liderança da competição. Na IRC o Asbar IV também somou um primeiro e um segundo lugares, assumindo a liderança.

“Conseguimos dar duas boas largadas. Na segunda regata achávamos que íamos chegar atrás do Rudá, por que velejamos mal no contra-vento, mas recuperamos bem no popa. Estamos muito rápidos e conseguimos fechar o dia com um primeiro e um segundo lugar. Passamos a regata toda pensando o que o Jonas faria em cada situação”, disse Dancini, tripulante do Asbar. O comandante Jonas de Barros Penteado se machucou nesta quarta-feira após a regata e não pôde velejar nesta quinta.

Para esta sexta-feira estão previstas duas regatas, sendo uma barla-sota e uma de percurso médio.

Resultados:
ORC
IRC

O Brasileiro de ORC e IRC é organizado pela ABVO, com patrocínio da Mitsubishi e apoio da CBVela, Marinha do Brasil, ICRJ, Quantum Sails, North Sails, B&G, Harken, Nautisport, Riostar