Pousada Armação dos Ventos faz exposição de fotos sobre Antártida e Noronha

19554441_1455385981185219_7132848730410576958_n

A Pousada Armação dos Ventos, que sempre trouxe trabalhos de amigos e clientes para expor em seu espaço, contará com duas exposições na Semana da Vela.

A Exposição Antartica retrata a última incursão ao continente gelado do veleiro Kotik em fevereiro deste ano, onde a BL3 fez parte da tripulação. As fotos são do fotógrafo, velejador e comandante do Kotik, Igor Bely.

A Exposição Noronha, do fotógrafo e velejador Mario Barila, é parte do Projeto Água Vida, que realiza ações de reflorestamento a partir da renda obtida com a venda das fotos.

A ideia de juntar as duas exposições é de criar uma sinergia entre os dois fotógrafos, entre os trabalhos, entre os locais, entre os projetos; onde o mar, a natureza, os animais, as pessoas e a cultura se encontram na busca da coexistência e do bem comum em prol de um mundo melhor para todos.

Fernando Pasqualin é bronze no Mundial de Raceboard

595fb58bd4524

Terminou nesta sexta-feira em Tarragona, na Espanha, o Mundial de Raceboard. Único representante do Brasil Fernando Pasqualin terminou na terceira colocação geral e primeira entre os pesados. Participaram da competição 72 velejadores. O vencedor foi o espanhol Ivan Pastor.

“Foi um campeonato bastante duro pelo vento fraco, que no windsurf significa maior exigência física, e pelo elevado nível técnico. Estavam presentes dois velejadores que estiveram nos Jogos do Rio 2016 e outros participantes de edições anteriores.
Eu fiquei muito feliz com o meu desempenho, certamente acima do esperado. Acho que acertei na preparação física mais forte e na dieta que eu fiz para perder peso. Apesar de ser da categoria pesado, eu era talvez o mais leve entre os pesados. Também, por ser uma classe “aberta” quanto ao material, tive sorte de escolher a melhor veleria que fez uma vela sob medida para esse campeonato e que se mostrou muito rápida.
Estou muito satisfeito e dedico este resultado ao meu pai, meu maior exemplo na vela e na vida”, disse ele.

Fernando esteve sempre no top 10, chegando nesta sexta-feira na quarta colocação geral. Um quarto lugar na única regata do dia fez com que ele abrisse quatro pontos de vantagem sobre o espanhol Jorge Maciel, que ficou na quarta colocação. O resultado completo pode ser visto aqui: http://bit.ly/2tK3qhQ

 

Equipe Brasileira de Optimist embarca para o Mundial na Tailândia

mundial-003-cropped

A equipe de velejadores que representará o Brasil no Campeonato Mundial de Optimist 2017 embarcou em São Paulo na noite desta quinta feira (06/jul) rumo a Tailândia. O Campeonato Mundial de Optimist 2017 será realizado no Royal Varuna Yacht Club em Pattaya – Tailândia. Neste ano, tem um recorde de 281 velejadores inscritos representando 62 países. A equipe brasileira é composta por 5 velejadores, um técnico e um líder de equipe:

BRA 3383 – Leonardo Mirow e Crespo
BRA 3505 – Nicolas Yudji Bernal
BRA 3631 – Luiz Otávio Correia
BRA 3738 – Marina da Fonte
BRA 3781 – Bernardo Pereira
Edival Júnior – Treinador
Walter Boddener – Líder da equipe Continuar lendo “Equipe Brasileira de Optimist embarca para o Mundial na Tailândia”

Mundial de J/70 tem recorde de inscritos; Brasil terá seis equipes

2017-07-06_10-30-34-620x350

Entre os dias 12 e 16 de setembro a cidade italiana de Porto Cervo vai receber o maior mundial da história da classe J/70. 173 equipes se inscreveram para o evento, incluindo os brasileiros Arrivederci, de Victinho Demaison, Capin Canela V, de Selmo Nissenbaun, Era Ora, de Manoel Bermudes Munoz, Mandhachuva, de Maurício Santa Cruz, To Nessa, de Renato Cunha e Urubu, de Horácio Carabelli. Serão cinco dias de regata e muita festa em terra.

 

 

BL3 comemora 25 anos com três barcos na Semana de Vela de Ilhabela

10561757_858498014191312_9134500350369734529_n

A escola de vela BL3 completa 25 anos em 2017 e para comemorar seu jubileu de prata colocou três barcos para correr a Semana de Vela de Ilhabela, que começa em 9 de julho com a regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil. A flotilha será composta pelo BL3 Felciuno (classe ORC), BL3 Urca (IRC) e BL3 (RGS). “Mais de 15.000 alunos de 7 a 70 anos de idade foram formados aqui e vamos comemorar a data com o BL3 Sailing Team na água”, revelou o coordenador Pedro Rodrigues.

A BL3 irá competir com dois veleiros Wind 34, o BL3 e o BL3 URCA com tripulações iniciante e intermediário, respectivamente. O Felci 315 deve ter uma equipe basicamente formada por mulheres. “A BL3 tem como objetivo fomentar o esporte e compete há muitos anos com tripulações formadas por ex-alunos. Vamos buscar o pódio, mas sempre com entusiasmo e diversão a bordo”, contou.

BL3 é uma homenagem ao brasileiro Joerg Bruder, um dos maiores velejadores brasileiros de todos os tempos, que faleceu no acidente de avião de Orly, em 1973. Estava a caminho da França para tentar mais uma conquista, que se somaria aos seus três títulos mundiais da classe Finn. BL3 era o numeral do barco de Bruder.

“Participamos assiduamente de todas as etapas do calendário anual de regatas oficiais e oferecemos aos nossos alunos a oportunidade de sentir a emoção de velejar em regatas, ao lado das grandes feras do iatismo nacional. Muitos barcos nas raias atualmente são tripulados por ex-alunos da BL3 que começaram a participar de regata como tripulantes”, disse Pedro Rodrigues.

Da assessoria da SVI