NN especial Veleiros Clássicos Brasileiros: BL 321 ARIES III

O projeto do Frers F&C 43 foi um sucesso desde o primeiro barco construído, o Fjord VI, em 1969 por German Frers. Foi o primeiro projeto feito pelo Frers pai em parceria com seu filho homônimo. O Fjord VI, gêmeo do Aries III foi 2º colocado geral e 1º na classe na Admiral’s Cup de 1969, época em que a regata estava entre as mais importantes do mundo. Um ano mais tarde mais dois barcos com o mesmo projeto foram para a água: o Red Rock II e o Recluta II. Este último foi 5º colocado geral e 1º na classe na Buenos Aires – Rio daquele ano.

Em 1972 foi realizada a regata Santos – Rio com o maior número de veleiros estrangeiros (Sorcery, Charisma e Safari dos EUA e Matrero, Atrevido, Fjord VI e Recluta II da Argentina), o que inspirou Carlos Brancante e João Zarif  a comprarem dois deles e trazerem para o Brasil. Brancante ficou com o Red Rock II, enquanto Zarif ficou com o Recluta II, que pertencia a Carlos Corna e o rebatizou de Aries III. Corna era conhecido na Argentina como o ‘Magnata do Trigo’. Era um mecenas de Germán Frers, de certa forma, patrocinando seus experimentos. Consta que o Recluta II foi acabado a bordo de um navio, a caminho do exterior, para participar de regatas. Continuar lendo “NN especial Veleiros Clássicos Brasileiros: BL 321 ARIES III”

Défi Wind reúne 1400 velejadores na França

Nico_Graziano_Défi_Wind_2013_Samedi_BD-41__fit_630x420.jpg

Entre os dias 25 e 28 de maio a cidade de Gruissan, na França, vai ser palco do maior evento de windsurfe do mundo. São 1400 inscritos, de 40 países. O sucesso do evento é tanto que no primeiro dia de inscrições, 900 vagas foram preenchidas. Na água estarão presentes 60 títulos mundiais, incluindo os 42 do dinamarquês Björn Dunkerbeck e os três do francês medalhista olímpico em Pequim Julien Bontemps. Para acompanhar a regata, clique aqui. http://bit.ly/2rPP3Dm