RYC comemora 103 anos com regatas de oceano e monotipos

Neste próximo final de semana o Rio Yacht Club, berço da vela brasileira, vai comemorar 103 anos de existência, claro, com regata e muita festa. No sábado vão para a água as classes Snipe, Laser, Dingue e monotipos clássicos. No domingo é a vez dos Oceanos (ORC, IRC, BRA-RGS, Clássicos e Antigos, Bico de Proa e Multicascos”, além de Brasília 32, Velamar 22 e Soling. As inscrições podem ser feitas através do e-mail ryc@oi.com.br e são gratuitas.

Confira o Aviso de Regatas.

 

Bond Girl lidera o Paulista de HPE25

17457700_1302798546434474_8228500429960295982_n

Começou neste final de semana na Guarapiranga o Paulista de HPE25. O evento contou com 16 tripulações, que disputaram cinco regatas na raia 2, com ventos fortes no sábado e mais fracos no domingo. O Bond Girl, de Rique Wanderley, lidera com 17 pontos perdidos, um a menos que o Ginga, de Breno Chvaicer. A competição, que é válida para o ranking Gil Souza Ramos, continua no próximo final de semana.

Confira o resultado completo.

Com dois dias perfeitos, YCSA realiza a 1ª etapa da Taça Carlos Alberto Wanderley

WhatsApp Image 2017-04-02 at 20.58.40

O YCSA sediou neste final de semana a primeira etapa da Taça Carlos Alberto Wanderley, evento que acontecerá o ano todo para as classes Laser e Snipe. Foram disputadas três regatas no sábado, com vento que chegou na casa dos 25 nós, e duas no domingo, com vento mais ameno. Na Laser o vencedor foi Nicholas Garcia, presidente da ABCL, seguido por Adriana Kostiw, que há muito tempo não participava de uma regata na Guarapiranga.  Já na Snipe, com disputas bastante acirradas, o título ficou com Enrico Francavilla e Mariana Peccicacco.

Confira os resultados:

SNIPE:

snipe
LASER:

laser

Brasil encerra Princesa Sofia no top 10 em três classes

Gustavo Thiesen e Geison Mendes_Cred Jesus Renedo.jpg

A vela do Brasil encerrou neste sábado, dia 1, sua participação no tradicional Troféu Princesa Sofia, na Espanha, sentindo os ares da renovação em relação aos Jogos Rio 2016. O país conseguiu lugar na medal race em três classes, com um total de quatro colocações no top 10. E a torcida brasileira agora vai se familiarizando com nomes diferentes em comparação com a competição olímpica do ano passado.

Na 470 masculino, Geison Mendes e Gustavo Thiesen chegaram em sétimo na regata da medalha e, com um total de 78 pontos perdidos, fecharam a participação no campeonato com o oitavo lugar no geral. Nas outras duas classes em que o Brasil havia se classificado para a Medal Race, as provas finais foram canceladas devido à falta de boas condições de vento. Assim, o resultado final foi o mesmo da fase classificatória: João Bulhões e Gabriela Nicolino na nona colocação na Nacra 17, com 134 pontos perdidos; e na 49er, Carlos Robles e Marco Grael em 10º, com 150 pontos perdidos. Continuar lendo “Brasil encerra Princesa Sofia no top 10 em três classes”