Classe Finn testará novo formato de competição em Palma

12645059_939142856168044_6648544705676126392_n.jpg

O Trofeo Princesa Sofia é uma das competições mais tradicionais das classes olímpicas mundiais. Todo velejador que sonha em disputar uma Olimpíada tem que competir em Palma de Maiorca. E já pensando nas mudanças que serão feitas em Tóqui0 2020, a classe Finn vai testar um novo formato de competição, que funcionará assim:

Round 1: Rodada de abertura, com nove regatas disputadas entre segunda e quinta-feira em um único grupo. Os dois melhores classificados seguem direto para a final. O terceiro, o quarto e o quinto colocados passam para o Round 3, semi-final.

Round 2: Uma única regata classificatória para a semi-final, com toda a flotilha exceto os top 5 da primeira fase, disputada na sexta-feira. Os cinco melhores passam para a semi-final.

Round 3: Semi-final, disputada na sexta-feira se houver tempo ou no sábado, com oito barcos, sendo os cinco melhores do Round 2 e o terceiro, quarto e quinto colocados do round 1. Os pontos serão zerados e os três melhores passarão para a final.

Round 4: Final, com cinco barcos (três melhores do round 3 e dois melhores do round 1). Os pontos serão zerados e o campeão do evento será o campeão desta regata.

O Brasil será representado por Jorge Zarif, quarto colocado nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

 

America´s Cup começará com regata noturna entre Oracle e Groupama

m2771_rp151016-lvacwsbd-1-0908--1-.jpg

No próximo dia 26 de maio todos os velejadores estarão com os olhos voltados para Bermuda, onde começará a America´s Cup, troféu mais antigo em disputa no mundo. E a organização anunciou que a competição começará com o match entre o defensor Oracle Team USA e os franceses do Groupama Team France em uma regata noturna, com início às 17h (horário local).

Em seguida serão disputadas as regatas três, quatro e cinco com os seguintes matches:

Regata 2: Artemis Racing X SoftBank Team Japan
Regata 3: Groupama Team France X Emirates Team New Zealand
Regata 4: Land Rover BAR X Artemis Racing

A previsão é que cada match dure 20 minutos e, com isso, o dia deverá acabar próximo das 19h. Para entreter o público em terra haverá shows, fogos de artifício e muita festa.

 

Time AkzoNobel disputará VOR com barco novo

m44510_13-00-170209-mbw-persico-febvisit-365.jpg

Dos oito times que são esperados na próxima Volvo Ocean Race, apenas um vai correr com barco novo, todos os outros disputarão a volta ao mundo com barcos da última edição que foram completamente reformados. O estreante na regata Team AkzoNobel será o dono deste barco novo, que deve ficar pronto em maio, na Itália.

“Cada barco novo é uma empolgação, mas este é especial. Não parece que faz tanto tempo que comecei a planejar esta campanha na cozinha da minha casa”, disse Simeon Tionpot, skipper da equipe. “Nosso objetivo é estar o mais preparado possível na linha de largada em Alicante, então quisemos ter um barco novo. Se você tem esta opção, né uma decisão que nem precisa ser pensada”, completou.

Os outros sete barcos estão sendo reformados em Lisboa ao custo de € 1 milhão cada. Além do AkzoNobel já confirmaram a participação na regata o Mapfre e o Dongfeng. Um novo time será anunciado ainda este mês.