Em busca do Trofeu Julio Verne, Idec bate recorde até o Cabo Horn

unnamed-17

Poucas mil milhas separam a tripulação do maxitrimarã IDEC do tão sonhado Trofeu Julio Verne. O time comandado por Francis Joyon estabeleceu um novo recorde até o Cabo Horn, de 26 dias, 15 horas e 45 minutos, quatro dias mais rápido que o antigo recorde. O tempo a ser batido foi estabelecido em 2012 pelo Banque Populaire e é de 45 dias, 13 horas, 42 minutos e 53 segundos.

Para acompanhar a velejada, acesse: http://bit.ly/2gIA2NJ

Após Ri0 2016, Scheidt, Martine e Kahena voltam a competir

IMG_5020.jpg

Para os velejadores Robert Scheidt, Martine Grael e Kahena Kunze, o ciclo que leva a Tóquio 2020 começa nos Estados Unidos. A partir deste sábado, dia 14, os três medalhistas olímpicos do Brasil competem pela primeira vez após os Jogos Rio 2016, no Miami Mid Winters, que tem como sede o City of Miami Regatta Park.

Esta será a primeira competição de Robert Scheidt na classe 49er. Com cinco medalhas olímpicas no currículo — dois ouros na Laser (Atlanta-1996 e Atenas-2004), duas pratas (na Laser em Sydney-2000, e na Star em Pequim-2008) e um bronze (na Star em Londres-2012) —, o velejador vai fazer sua estreia oficial ao lado do proeiro Gabriel Borges. O Mid Winters vai até o dia 16 e terá disputas nas classes Nacra 17, 49er e 49er FX. O evento serve de preparação para a etapa de Miami da Copa do Mundo da World Saling (Federação Internacional de Vela), que começa no dia 22, no mesmo local.

“Nossa ideia é competir como uma regata de treino para a World Cup. Vai ser nossa primeira regata de 49er. Não dá para esperar muito em termos de resultado. É uma oportunidade ótima de ver como é a competição, sentir as dificuldades para tentar melhorar para depois”, afirmou Scheidt.

Já Martine Grael e Kahena Kunze vão competir pela primeira vez após a conquista do ouro nos Jogos Rio 2016 na classe 49er FX. A dupla já tem um histórico de medalhas no Mid Winters, com um ouro em 2015 e um bronze em 2016.

“Estamos bem animadas para esse recomeço. Vai ser muito legal voltar às regatas e reencontrar o Javier Torres, que foi nosso técnico no ciclo olímpico e agora está aqui ajudando as equipes brasileiras de 49er”, disse Martine Grael.

Mais informações sobre o Mid Winters: http://www.regattanetwork.com/event/13682

ICRJ leva o título do Brasileiro de Optimist por equipes

dsc_8516.jpg

Após 31 regatas terminou na última quarta feira (11/jan) o Campeonato Brasileiro por Equipes de Optimist 2017. As regatas foram realizadas em frente à Praia da Curva da Jurema, bem pertinho da praia o que possibilitou aos familiares acompanhar ao vivo as regatas da praia. O time do RJ1 levou o título, seguido de SC1 e PE1.

Confira o resultado final:

1º Lugar: Rio de Janeiro (RJ1)

  • 3383 – Leonardo Crespo
  • 3267 – Guido Hirth
  • 4050 – Pedro Madureira
  • 3313 – Zoltan Machahdo
  • 3683 – MathiasCrespo

2º Lugar: Santa Catarina (SC1)

  • 2828 – José Irineu da Silva
  • 1685 – Guilherme Berenhauser
  • 3528 – João Gerônimo da Silva
  • 3475 – Tiago Dextré da Silva
  • 4037 – Isabela Rocha de Farias

3º Lugar: Pernambuco (PE1)

  • 3738 – Marina da Fonte
  • 3877 – Ludmila Lira
  • 3855 – Letícia Lira
  • 3885 – Roberto Cardoso
  • 3077 – Julio César Avellar

Mais informações