Santiago Lange (ARG) e Hanna Mills e Saskia Clark (GBR) são eleitos melhores velejadores do mundo

15039622_1466518930032160_983835121553844077_o.jpg
Os indicados antes da premiação na foto de Alex Saldanha

No dia em que o mundo espera o resultado das eleições americanas, a comunidade náutica aguardou ansiosa o resultado de melhor velejador do mundo de 2016. O Brasil mais uma vez esteve concorrendo com as meninas de ouro Martine Grael e Kahena Kunze, porém, este ano o título feminino ficou com a dupla britânica Hanna Mills e Saskia Clark, da classe 470. As duas foram prata no Mundial de 2015, venceram a etapa final da Copa do Mundo de Vela e, após um amargo 16º lugar no Mundial de 2016, conquistaram o ouro olímpico no Rio 2016.

Entre os homens, o vencedor foi Santiago Lange. Argentino, medalha de ouro na Rio 2016 na classe Nacra 17 ao lado de Cecília Carranza (que também concorreu ao prêmio de melhor do mundo), Lange mostrou ao mundo que a vela não tem idade e não tem limitações. Em 2015 ele tirou um pulmão por conta de um câncer e aos 54 anos provou que está em melhor forma que muito garoto ao disputar a sua sexta olimpíada e conquistar sua terceira medalha (ele tem dois bronzes na Tornado em 2004 e 2008).

O Brasil já conquistou o prêmio quatro vezes com Martine e Kahena em 2014, Torben Grael em 2009 e Robert Scheidt em 2004 e 2001.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s