Conheça os campeões do Circuito Rio

15027518_1260633290644651_5931996973288952383_n

O Circuito Rio chegou ao fim neste domingo do jeito que o povo gosta: com regata e festa. Mais uma vez o ICRJ recebeu muito bem todos os velejadores e a Comissão de Regatas, comandada por Cuca Sodré, fez um excelente trabalho, cumprindo o programa proposto. No sábado foi realizada mais uma regata de percurso para todas as classes e, no domingo, a CR optou por fazer duas barla-sota para ORC e HPE 30 e percurso para IRC e RGS.

O destaque da competição vai para os gaúchos comandados por Renato Plass, que venceram a Santos-Rio a bordo do Camiranga e ficaram com o título da ORC no Circuito a bordo do Crioula 29.

Confira os resultados completos:

ORC
IRC
RGS
HPE 30

 

Dongfeng Racing Team anuncia segunda participação da Volvo Ocean Race

m27422_dongfeng-140811-dfg-riou-177--1-.jpg

O Dongfeng Racing Team, terceiro colocado na edição 2014-15 da Volvo Ocean Race, anunciou nesta segunda-feira que estará na água novamente na edição 2017-18 da competição. Mais uma vez o skipper será o francês Charles Caudrelier (campeão em 2011-12 a bordo do Groupama) e a equipe correrá sob a bandeira chinesa.

“Claro que estou feliz, pois aprendi sobre a china e seu povo e gosto muito de trabalhar com eles. Estou muito feliz de ver o Dongfeng de novo na água e é muito bom ver um patrocinador que se sente feliz com a vela e está feliz em se envolver de novo com a competição. Com o anúncio de hoje o time ‘chega cedo’ na linha de largada, o que nos dá uma vantagem para achar a melhor tripulação e treinar o máximo possível. Mas, não é uma tarefa fácil – a próxima edição será a mais longa e mais dura, com três vezes mais velejadas nos mares do sul. Na última edição, os velejadores chineses, que quase não tinham experiência em regatas offshore, se juntaram ao time e tiveram um desempenho além das nossas expectativas em relação à equipe internacional. Juntos mostramos que podemos superar as adversidades e sermos ainda mais forte e unidos no final”, disse Caudrelier.

O Dongfeng Race Team é a segunda equipe a confirmar a participação na próxima edição da VOR. O primeiro foi o AzkoNobel, que terá Simeon Tienpont  como skipper.

 

 

Alex Thomson lidera Vendée Globe após um dia; Didac Costa desiste

vendée2.jpg

Neste domingo teve início em Les Sables d’Olonne a Vendée Globe, a mais dura regata de volta ao mundo. Sem assistência e sem paradas, a flotilha terá de percorrer mais de 20 mil milhas ao redor do globo. E quando logo após a largada seu barco começa a fazer água e apresenta problemas elétricos, é melhor voltar para terra e desistir da competição. Foi isso que fez o espanhol Didac Costa, do One Planet One Ocean.

Após pouco mais de 24 horas de regata o líder é o inglês Alex Thomson, a bordo do Hugo Boss, mas os franceses jean Pierre Dick (StMichel-Virbac) e Armel Le Cleac’h (Banque Populaire VIII) seguem na disputa. Os três estão separados por menos de três milhas. Para acompanhar a competição em tempo real, acesse: http://bit.ly/vendeetracking

 

Nelson e Gustavo Ilha e Manfredo Floricke vencem o Brasileiro de Soling

IMG_2646.JPG

Depois de disputas apertadas entre as tripulações, o 46º Campeonato Brasileiro de Soling encerrou neste domingo com a vitória da equipe Equilibrium formada por Nelson Ilha, Manfredo Flöricke e Gustavo Ilha. Em segundo lugar ficou o barco Don’t Let Me Down, de Cicero Hartmann, Flávio Quevedo e André Renard, seguido pelo Calidris, de Rio Grande, tripulado por Henrique Horn Ilha, Fernando Ilha e Felipe Ilha.

Vice-campeã mundial em setembro no Canadá, a Equilibirum mostrou seu entrosamento na raia ao velejar sempre entre os primeiros na flotilha. Das cinco regatas realizadas a equipe do do Veleiros do Sul venceu três. O pior resultado do time foi o sexto lugar na quarta regata por ter largado escapado e precisou voltar à linha. Nelson Ilha conquistou pela segunda vez o Brasileiro de Soling. A primeira vez foi em 2013 acompanhado dos velejadores Paulo Lemos e Felipe Ilha.

“A pressão da turma do Soling foi grande, pois eles diziam que iriam carimbar o meu vice-campeonato mundial. Gozação à parte, nós fizemos um ótimo campeonato, as condições de vento superaram nossa expectativa e, como sempre, regatas muito disputadas. A nossa flotilha é muito parelha e de nível alto. Isso fica evidente pelo revezamento constante na liderança das regatas”, comentou Nelson Ilha, 59 anos.

As duas regatas realizadas neste domingo foram com vento clássico para velejar no Guaíba. A intensidade média foi de 12 nós e direção variada de sul a sudeste. E também foi o dia dos Ilhas. A equipe Candris, do Rio Grande Yacht Club, formada pelos irmãos do Nelson, Henrique e Fernando e pelo seu filho Felipe, venceu a quarta regata e na quinta a disputa na linha de chegada foi familiar com Nelson cruzando em primeiro e Henrique em segundo. O Brasileiro de Soling teve a participação de nove tripulações e o apoio da Água de Arcanjo.

ICAB promove 10ª Regata de Clássicos

Nos dias 26 e 27 de novembro o Iate Clube Armação de Búzios vai sediar a 10ª Regata de Veleiros Clássicos. São elegíveis os veleiros Clássicos tal como descritos no site da ABVO (http://www.abvo.org.br/web/index.php/regras/classicos). Todos os comandantes deverão apresentar o certificado de medição BRA-RGS 2016 dos seus veleiros no momento da inscrição e estar quites com suas obrigações para com a ABVO. A CR, em conjunto com a ABVO poderá estabelecer sub-categorias, considerando os veleiros inscritos. A Categoria Batera também está convidada e segue as determinações próprias da classe. As inscrições custam R$ 37,00 e devem ser feitas até às 11h30 do dia 26. Estão programadas duas regatas e um churrasco de confraternização.

Confira o Aviso de Regatas