Martin Lowy é bronze no Mundial de Laser Radial

13663375_1069819139767938_1300124417_o

Terminou neste sábado em Dún Laoghaire, na Irlanda, o Mundial de Laser Radial. E o Brasil subiu no pódio com o paulista Martin Lowy, que ficou com a medalha de bronze. Martin chegou a liderar a competição por dois dias, porém na sexta não houve regata por falta de vento e neste sábado dois resultados ruins o tiraram do lugar mais alto do pódio e por apenas um ponto ele não levou a medalha de prata.

Martin faz parte da nova geração da vela que tem tudo para uma classificação para os Jogos Olímpicos do Japão em 2020. Em seu currículo estão diversos títulos nacionais e internacionais, incluindo medalhas no Mundial da Juventude.

No Mundial de Laser Radial o Brasil também esteve representado por Ricardo Luz, que ficou na 8ª colocação e Stephan Kunath, 23º entre os juniores.

O resultado completo pode ser visto aqui.

Faltam 99 dias para a largada da Vendée Globe

kito-de-pavant-a-bord-de-bastide-otio-r-1600-1200

A contagem regressiva para a regata mais dura do mundo já começou. Neste sábado faltam 99 dias para a largada da Vendée Globe, regata de volta ao mundo em solitário, sem escalas e sem assistência. Até o momento 28 barcos, de 10 países, já confirmaram a sua participação na competição, incluindo Jean-Pierre Dick (StMichel-Virbac) e Alex Thomson (Hugo Boss). A largada está programada para o dia 6 de novembro, em Les Sables d’Olonne, na França. O recorde atual da competição pertence ao francês Fraçois Gabart, que completou o percurso em 78 dias.

 

Vento forte causa quebras no Sul-Americano de Star em Brasília

O terceiro dia do Sul-Americano de Star foi marcado por ventos fortes e muitas quebras. As três primeiras posições, no entanto, não se alteraram e Lars Grael e Samuel Gonçalves seguem na liderança, com mais duas vitórias em mais duas regatas. A dupla está descartando um terceiro lugar e somando outros cinco primeiros, o que dá a eles uma vantagem de sete pontos sobre Xandi Paradeda e Tutu Lopes, segundos colocados.

 

Lars Grael e Samuel Gonçalves seguem na liderança do Sul-Americano de Star

ACTN3878.jpg
(Credits: Gabriel Heusi/Heusi Action).

O segundo dia de regatas do Sul-Americano de Star contou com um pouco mais de vento no lago Paranoá, em Brasília. Se ontem o vento não passou dos 12 nós, hoje chegou a 16 e permitiu a realização de mais duas regatas. Lars Grael e Samuel Gonçalves venceram as duas e lideram com seis pontos de vantagem sobre Xandi Paradeda e Tutu Lopes. O resultado completo está em: http://bit.ly/2aincJc

 

Lars Grael e Samuel Gonçalves estreiam na liderança do sul-americano de Star

 

e509d123-6555-4b72-9c55-86d4285f8f5b

Começou nesta quinta-feira no Iate Clube de Brasília o Sul-Americano da classe Star. Duas regatas foram realizadas, com vento de 10 a 12 nós rondando de leste a nordeste na raia norte. Lars Grael e Samuel Gonçalves somam quatro pontos perdidos e lideram a competição. Xandi Paradeda e Tutu aparecem em segundo, enquanto Marcelo Fucs e Ronnie Seifert estão em terceiro.

 

Martin Lowy lidera o Mundial de Laser Radial

13730924_10154343534004675_4408729044029094701_o

O Mundial de Laser Radial está sendo disputado em Dún Laoghaire, na Irlanda, desde o dia 23. E após seis regatas, o líder é o paulista Martin Lowy. Com o descarte do pior resultado, Martin aparece com 32 pontos, enquanto o irlandês Ronal Wallace, segundo colocado, aparece com 36, empatado com o holandês Maarten Smit, terceiro. Ricardo Luz, que também representa o país, aparece em 13º. Na flotilha jovem, Stephan Kunath é o melhor brasileiro, em 30º.

O resultado completo está aqui.

 

Brasil é bi-campeão mundial jr de Lightining

13769495_10153501494841572_2134704496542093532_n

Felipe Rondina, Thomas Sylvestre e Christian Shaw. Este foi o trio que venceu, invicto, o Mundial de Lightining Junior, que terminou nesta terça-feira em Salinas, no Equador. Das seis regatas disputadas, os meninos acabaram nem correndo a última regata, pois não foi necessário. Este é o segundo título consecutivo de Felipinho e Thomas na classe. José Hackerott, Eric Benelli e Victor Miguez também representaram o Brasil e terminaram na oitava colocação, dentre 20 inscritos.

O resultado completo pode ser visto aqui

 

Pavel Sozykin, da 470, está fora da Rio-2016 por doping

pavel-russia

O velejador russo Pavel Sozykin, de 28 anos, da classe 470 masculina não passou nos exames antidoping e está fora da Rio-2016. Como a classe é disputada em dupla, a World Sailing (Federação Internacional de Vela) informou que o comitê olímpico da Rússia pode indicar um substituto para o velejador que ocupa, junto com Denis Gribanov que segue nos jogos, a 12ª colocação no ranking geral da classe.

A World Sailing ainda informou a liberação provisória de seis velejadores russos para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. O país do leste europeu está envolvido em escândalos de doping que começou no Atletismo e está se espalhando por diversos esportes. Após tantos exames positivos, o COI (Comitê Olímpico Internacional) decidiu que é responsabilidade das federações de cada esporte decidir os atletas que estão elegíveis para os Jogos.

Os outros seis atletas classificados seguem nos Jogos, mas ainda estão sujeitos a novos testes. A decisão, divulgada hoje, aguarda a confirmação do Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS).

A Rússia já perdeu mais de 100 atletas da delegação e o COI ainda aguarda decisões para divulgar o número final.

Confira a lista dos atletas confirmados:

Stefania Elfutina (RS:X Feminina)
Maksim Oberemko (RS:X Masculina)
Liudmila Dmitrieva (470 Feminina)
Alisa Kirilyuk (470 Feminina)
Sergey Komissarov (Laser)
Denis Gribanov (470 Masculina)

Leo Lombardi e Rodrigo Luz encerram Mundial de 420 no top 10

13719721_1128277600549438_8218830548105394773_o

Terminou no último dia 23 em San Remo, na Itália, o Mundial de 420. Doze regatas foram disputadas pelas flotilhas masculina, feminina e under 17. Leonardo Lombardi e Rodrigo Luz foram os melhores brasileiros, na oitava colocação. Os vencedores foram os portugueses Diogo e Pedro Costa.

Confira a classificação dos brasileiros:

  1. Leonardo Lombardi e Rodrigo Luz
  2. André Fiuza e Marcelo Peek
  3. Gustavo Abdulkech e Pietro Geronimi
  4. Tiago Quevedo e Erik Hoffmann

Feminino:

  1. Olivia Belda e Marina Arndt

Os resultados completos estão em: http://bit.ly/2a4dPIb

Semana Internacional de Vela do Rio se consolida como maior evento internacional do país

A Semana Internacional de Vela do Rio terminou neste sábado no Iate Clube do Rio de Janeiro entrando para a história no esporte no país. Por ser a última grande competição antes dos Jogos Olímpicos, o evento reuniu nada menos que 174 barcos, 251 velejadores de 50 países, um número nunca antes visto no Brasil.

A competição foi dividida em três fases, durante doze dias. Os primeiros a irem para a água foram os 49er, 49erFX e RS:X masculino e feminino. Depois foi a vez dos Laser Radial e Standard, Nacra 17 e Finn. No sábado a competição encerrou com as classes 470 masculino e feminino. A vitória ficou com a dupla russa Alisa Kiriluk            Luidmila Amitnieva. Fernanda Oliveira e Ana Barbachan ficaram em segundo feminino e terceiro geral.

O resultado completo de todas as regatas pode ser visto aqui.