Cardiff recebe a Extreme Sailing Series a partir do dia 23

20150621-Dominic-James-Extreme-Sailing-Series-AQ1Y39180281.jpg

A cidade inglesa de Cardiff será sede da terceira etapa do Extreme Sailing Series entre os dias 23 e 26 de junho. O local é conhecido pelo vento bom, que proporciona regatas disputadas, e pela população que comparece em massa nos eventos de vela. “Será um evento com mar liso e vento forte em um ou dois dias, o que significa que os barcos poderão desenvolver velocidades muito altas e será bastante complicado”, disse Pete Greenhalgh, tripulante do Oman Air.

Estarão presentes na competição os seguintes times:

SAP Extreme Sailing Team (DEN)

Sail Portugal (POR)

Red Bull Sailing Team (AUT)

Oman Air (OMA)

Land Rover BAR Academy (GBR)

China One (CHN)

Alinghi (SUI)

 

Itajaí Sailing Team tenta título na primeira etapa do Catarinense de Vela

IMG_8746 (1)

O time do Itajaí Sailing Team reuniu uma tripulação forte para tentar levar o veleiro que  leva o mesmo nome da equipe a conquistar o título da 1ª etapa do Catarinense de Vela, que será disputado nos dias 18 e 19 de junho, em Florianópolis (SC), na categoria ORC. A largada será em Jurerê  Internacional.

Ao longo de 2016, o time vem competindo na categoria IRC, mas em Florianópolis estarão na ORC. A competição já servirá como uma espécie de treino para a Semana de Vela de Ilhabela, no litoral de São Paulo, no início de julho. De acordo com Alexandre dos Santos, coordenador do projeto do Itajaí Sailing Team, a regata será uma excelente oportunidade para o time colocar em prática os aprendizados dos treinamentos realizados ao longo deste ano, tendo como treinador o velejador André Fonseca, o Bochecha. “Como a programação prevê duas regatas por dia, conseguiremos participar de quatro regatas no final de semana, ideal para quem está se preparando para ir a Ilhabela”, pontua Alexandre.

O veleiro Itajaí Sailing Team, projeto do consagrado projetista náutico argentino Javier Soto Acebal, é um dos grandes destaques da vela de oceano do país. O barco pertencia ao velejador Torben Grael, dono de cinco medalhas olímpicas (duas de ouro, uma de prata e duas de bronze). Trata-se de um barco planador que apresenta grande performance nos ventos de popa (parte traseira do barco) e través (tomada lateral) e, algumas vezes, veleja acima da velocidade do vento. A base do veleiro é a Marina Itajaí, uma das mais modernas do país. O projeto do Itajaí Sailing Team tem o patrocínio da APM Terminals Itajaí, Multilog, JBS, Brasfrigo ,e Poly Terminais, e apoio da Anasol,  Molim e Clindex.

Fonte: assessoria