Definidos os cinco representantes do Brasil no Mundial de OP

26628921175_d66d85fc76_h.jpg

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) definiu os atletas da Equipe Brasileira de Vela Jovem que vão representar o país no Campeonato Mundial de Optimist, em Vilamoura, Algarve, em Portugal, entre os dias 25 de junho e 4 de julho. Após a realização das duas seletivas nacionais, foram escolhidos o pernambucano Tiago Monteiro, de 15 anos; o paulista Nicolas Yudji Bernal, de 14 anos;  e os gaúchos Gabriel Kern, de 15 anos,  Giovanne Pistorello, de 14 anos, e Guilherme Plentz, de 15 anos.

“É fundamental os jovens participarem deste tipo de competição para ganharem experiência e sentirem o gosto de representar o país. Também é uma ótima oportunidade para intercâmbio com outros jovens. A CBVela tem feito grandes investimentos na Vela Jovem e levar nossos jovens velejadores para competições internacionais é um incentivo para que outros disputem os eventos nacionais e venham praticar vela”, afirmou o presidente da CBVela, Marco Aurélio de Sá Ribeiro.

A primeira etapa da Seletiva Nacional foi realizada entre os dias 8 e 17 de janeiro, no Campeonato Brasileiro de Optimist, no Iate Clube Santa Catarina, em Jurerê. A competição contou com a participação de 133 atletas, de dez estados. A segunda etapa foi o Campeonato Brasil Centro, entre 18 e 23 de abril, na Escola Municipal de Vela de Ilhabela, em São Paulo. Participaram do evento 102 atletas, de sete estados.

Com os atletas selecionados, a CBVela definiu a programação de treinos até o Mundial. Entre esta quinta-feira (dia 26) e domingo (dia 29) , será realizada uma clínica no Clube Jangadeiros, em Porto Alegre (RS). Até a data da viagem, programada para o dia 20 de junho, os atletas classificados participarão de treinos intensivos sob comando do técnico gaúcho Atila Pellin.

“Disputar um Mundial é o sonho de todo atleta. O apoio à vela de base tem de ser sempre estimulado e a CBVela vem realizando um importante trabalho com a Vela Jovem. Será um grande prazer e um desafio ser o técnico da equipe em Portugal. Os garotos estão motivados e temos condições de buscar boas posições”, afirmou Atila Pellin, que trabalhará nesta função pela terceira vez em um Mundial de Optimist.

A classe Optimist é a principal categoria na iniciação da criança na prática da vela. O início da adaptação, treinamentos e participação em eventos esportivos depende da maturidade e familiarização da criança com o meio náutico, porém nunca antes dos 6 anos. O limite de idade para competir oficialmente na classe é 15 anos.

Brasil sobe no Mundial Master de Standard

13254877_791969777569802_7340105780170783968_o

O terceiro dia do Mundial Master de Laser Standard, que está rolando em Puerto Vallarta, no México, foi proveitoso para o paranaense Luciano Gubert. Com um sétimo lugar na segunda regata do dia, ele voltou para a 10ª colocação geral na categoria Master. Guilherme Roth, que disputa a pré-master, segue na segunda colocação, a quatro pontos do mexicano Pablo Rabago, que lidera a competição. A quarta-feira é dia de folga para os velejadores, que voltam ao mar nesta quinta-feira, com a previsão de mais duas regatas.

O resultado completo pode ser visto aqui.

Com apoio da Classe Laser SP​ 4ª etapa da Copa YCP reúne 26 laseres

13237728_1122620127760818_9073043016394040787_n

O final de semana foi recheado a emoções nas águas da raia 2 da represa de Guarapiranga com a disputa da 4ª etapa da Copa YCP. O destaque da etapa foi a classe laser, que, com o apoio e incentivo da Classe Laser SP, colocou 26 barcos na raia.

Na Laser Radial, o título ficou com Stephan Kunath, que se prepara para a disputa do Mundial Jr, que será disputado entre 22 e 30 de julho em Dun Laoghaire, na Irlanda. Na Laser 4.7, o vice-campeão Felipe Fonseca, recém chegado no laser 4.7, gostou da experiência de velejar com outros cinco barcos. Ele começou a velejar de laser há pouco tempo, quando teve que sair do Optimist. No Laser Standard, o títilo da etapa ficou com o lendário Peter Baumgart.

“Estou surpreso como temos conseguido reunir tantos barcos na Guarapiranga. Quando criamos a Classe Laser SP, a meta era chegar em 30 barcos na água e, sinceramente não achei que seria possível passar de 20. Pelo segundo final de semana consecutivo levamos 25 barcos para a água e isso mostra que estamos fazendo um trabalho bom de incentivo aos velejadores, que estamos no caminho certo. Quem sabe na próxima etapa, nos dias 11 e 12 de junho, a gente consegue juntar 30 barcos?”, disse Nicolas Garcia, coordenador da classe.

 

Webserie: Aleixo Belov na Antártida – cap8

Entre 27 de outubro de 2013 e 15 de março de 2014 o ucraniano naturalizado brasileiro Aleixo Belov se aventurou rumo à Antártida a bordo do veleiro Fraternidade com mais nove tripulantes. Foram 150 dias de viagem passando pelo Cabo Horn e estreito de Drake, enfrentando ventos de quase 100 nós, muita onda e neblina. A história rendeu um livro, lançado no final de 2014 e agora virou uma webserie de 8 capítulos que você pode acompanhar aqui no Notícias Náuticas em quatro semanas!

Este último capítulo vai de Ushuaia a Salvador