Réplica da escuna America fará tour pelos EUA

america

 

Em uma tarde com muita névoa, lá em 1851, a rainha Victoria estava assistindo uma regata no Royal Yacht Squadron quando uma escuna de projeto bem peculiar e de nome America cruzou a linha de chegada entre a ilha de Wight e a costa da Inglaterra. A rainha então perguntou a um de seus empregados quem era o segundo colocado e ele respondeu: “Majestade, não existe segundo colocado”!

Em agosto do mesmo ano, esta mesma escuna, representando o jovem New York Yacht Club, velejou contra o Aurora, melhor barco britânico, para levar para casa a Royal Yacht Squadron 100 Pound Cup. A vitória americana na época simbolizou também a vitória do novo continente sobre o velho, em uma disputa de poder marítimo.

Logo após a disputa da 100 Guinea Cup, em 1951, o Comodoro do NYYC John Cox Stevens vendeu a escuna e, junto com sua equipe, voltou para os EUA como herói. O troféu, que foi chamado chamado de America como forma de homenagem ao barco, foi doado ao NYYC sob um deed of gift, documento que diz que ele tem que ser “um desafio perpétuo de competição amistosa entre nações”. Desde então, foram necessárias 25 disputas em mais de cem anos para que ele saísse dos EUA pela primeira vez, quando em 1983 o Australia II venceu o Liberty.

Com mais de 150 anos de história, a America´s Cup é o troféu mais antigo ainda em disputa no mundo e existem muitas pessoas ao redor do mundo que são simplesmente apaixonadas pela sua história.

É o caso do empresário Troy Sears, que resolveu fazer um tour pelos EUA (e por que não pelo mundo) com uma réplica da escuna América. A viagem começou nesta terça-feira pela costa leste e passará por diversos iate clubes até chegar em Bermuda, onde será disputada, em 2017, a 35ª AC. Serão mais de 100 paradas pela costa leste e pelo Golfo entre o dia 7 de maio e o dia de ação de graças. Depois de passar pelo Canal do Panamá, ele deverá chegar em Nova Iorque a tempo da America´s Cup World Series, que será disputada entre 7 e 8 de maio. O final do tour de 2016 será na Ernest Hemingway Marina, em Havana, Cuba. De lá ele seguirá para o Caribe, terminando a viagem nas Bermudas, a tempo da disputa da America’s Cup, entre os dias 26 de maio e 27 de junho de 2017.

Sears é um aficionado pela AC e possui uma empresa que aluga para charter alguns barcos antigos da competição. No ano passado ele fez toda a costa oeste americana com a réplica da escuna America, passando por mais de 30 clubes.

“Aprendi que existe uma geração antiga que não conhece nada sobre o evento e uma geração de baby-boomers que tem emoções diferenciadas em relação a ele, que variam desde uma super empolgação com os catamarãs de hoje em dia, até uma certa nostalgia em querer ver a Copa exatamente como ela era no início”, disse ele.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s