Lars Grael inaugura escola de vela com seu nome em Ilhabela

Escola de Vela Lars

No último domingo o medalhista olímpico e atual campeão mundial da classe Star Lars Grael esteve em Ilhabela para inaugurar a nova escola de vela do município que leva o seu nome. São dois prédios construídos na praia do Pequeá, mais precisamente na ponta do antigo campo de aviação. Além de guardaria, o local também possui alojamento, salas de treinamentos e administrativas e refeitório.

“Ser homenageado em um espaço esportivo de potencial como esse é a realização de um sonho. Ilhabela, a Capital da Vela, um pedacinho do paraíso na Terra, merece esse grande feito por toda vocação náutica que possui. Essa democratização do esporte, inserido em todas as classes, deve existir. Precisamos, primeiramente, formar cidadãos. Ilhabela está um passo à frente neste quesito”, disse Lars.

Gabriel e Marcelo Souza vencem Taça Comodoro de Dingue em Pernambuco

Neste domingo foi realizado em Pernambuco a Taça Comodoro da classe Dingue, resgatando um percurso clássico entre Maria Farinha (Paulista) e Recife. Apesar da previsão de vento bom, ele apareceu fraquinho, fazendo com que a regata durasse mais de 5h.

Logo no começo, o Dingue “Moleque”, de Gabriel Souza / Marcelo Souza, tomou a frente da disputa, pressionando e marcando o “Black” de René Hutzler e Valdemar Junior. O “Munganga”, timoneado por Clóvis Holanda / Jorge Fabrício, acompanhava de perto os dois líderes, e assumiu a segunda posição quando o Black se retirou.

A teceira posição foi ocupada alternadamente por Guajá (Rômulo Pires/Leonardo Silveira), Energia (Alexandre Mercanti/Roberto Araújo) e Gudino (José Araújo/Célio José), mas foi o Ver o Mar (Alexandre Teles/Alexsandro Bispo) que melhor soube explorar as possibilidades, ultrapassando e se mantendo à frente dos demais.

O resultado final foi o seguinte:

1º – Moleque (Gabriel Souza/Marcelo Souza)
2º – Munganga (Clóvis Holanda/Jorge Fabrício)
3º – Ver o Mar (Alexandre Teles/Alexandro Bispo)
4º – Gudino (José Araújo / Célio José)
5º – Energia (Alexandre Mercanti / Roberto Araújo)

A súmula completa você confere aqui.

Oman Air vence primeira etapa do Extreme Sailing Series

Terminou neste sábado em Omã a primeira etapa do Extreme Sailing Series 2016. Com um desempenho excelente o time local do Oman Air sagrou-se campeão ao vencer mais de 50% das regatas, feito que nenhum outro time havia conquistado nas dez edições da competição. No total, foram disputadas 19 regatas em quatro dias a bordo do novíssimo GC32, com fólios, o que faz com que a competição fique ainda mais extrema.

A próxima etapa será disputada na China, de 29 de abril a 2 de maio.

Confira o resultado:

  1. Oman Air (OMA) Morgan Larson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Ed Smyth, Nasser Al Mashari, 217 pontos
  2. Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Hans Peter Steinacher, Stewart Dodson, Adam Piggott, Brad Farrand, 184
  3. Land Rover BAR Academy (GBR) Bleddyn Mon, Leigh McMillan, Ed Powys, Adam Kay, Neil Hunter, 175
  4. Alinghi (SUI) Ernesto Bertarelli, Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Nils Frei, Yves Detrey, 172
  5. SAP Extreme Sailing Team (DEN) Jes Gram-Hansen, Rasmus Kostner, Mads Emil Stephensen, Pierluigi De Felice, Renato Conde, 166
  6. CHINA One (CHN) Taylor Canfield, Chris Steele, Shane Diviney, Hayden Goodrick, Luke Payne, 153
  7. Team Turx (TUR) Edhem Dirvana, Stevie Morrison, Cem Gozen, Alister Richardson, Anil Berk Baki, 140
  8. Sail Portugal (POR) Diogo Cayolla, Bernardo Freitas, Javier de la Plaza, Luis Brito, Winston Macfarlane, 138

Brasil é top 15 após os dois primeiros dias do Sul-Am de OP

20160318173400

Começou no último sábado, 19, em Salinas, no Equador, o Sul-Americano de Optimist. Com vento fraco, de 5 a 9 nós, foram disputadas as duas primeiras regatas da série. No domingo, mais duas regatas foram disputadas e o Brasil volta para a água nesta segunda com Lucas Stolf, em 12º, como melhor brasileiro. O líder é o peruano Stefano Viale.

Estão programadas dez regatas até o dia  25. No dia 22 será disputado o Sul-Americano por equipes.

Resultados completos em: http://bit.ly/21Dlf7R

Primeira etapa da Copa Suzuki termina em Ilhabela

10604073_1066504210039580_4284768680026836118_o

Chegou ao fim, na tarde deste domingo, a 1ª etapa da Copa Suzuki, competição que acontece ao longo de todo o ano no Yacht Club de Ilhabela. Tempo bom e ventos constantes marcaram os quatro dias de regatas da etapa e sem mais demora, vamos aos resultados.

Na Bico de Proa, o Cambada, de Luiz Fernando Giovannini, ficou com a primeira colocação. O segundo foi o H2orça, de Hilpert Zamith.

Na C30 o Caballo Loco, de Mauro Dottori, com 15 pontos acumulados em 10 regatas, foi o vencedor desta primeira etapa.

Em segundo e terceiro lugares, respectivamente, com 16 e 17 pontos, os veleiros Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar e Barracuda, de Humberto Diniz.

Na HPE o Ginga, de Breno Chvaicer, confirmou seu favoritismo, conquistando o primeiro lugar, com 13 pontos. Em segundo, o Fit to Fly, de Eduardo Mangabeira, com 18 pontos. O Atrevido-Moro, de Fabio Bocciarelli, com 20 pontos, foi o terceiro colocado.

O veleiro Fram, de Felipe Aidar, conquistou a primeira colocação da RGS Geral, com 5 pontos acumulados em cinco regatas. O Asbar II, de Sergio Klepacz, com 7 pontos, foi o segundo colocado.O terceiro da RGS, com 18 pontos, foi o veleiro Inaê-Transbrasa, de Bard Umbuzeiro Filho. A RGS tem ainda as divisões A, B e C, cujos resultados finais foram:

RGS A: 1º Fram, 2º Inaê-Transbrasa, 3º Jazz;

RGS B: 1º Asbar II, 2º My Boy, 3º Helios II;

RGS C: 1º Mystic, 2º Sextante 1.

“Kalu” Silva, diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela, lembra que a próxima etapa da competição, que acontece nos dias 4,5 e 11,12 de junho, precede a Semana de Vela de Ilhabela: “É uma etapa importante,até porque acontece logo depois da etapa Ubatuba do Paulista de Veleiros, e, assim, as tripulações estarão mais bem treinadas. Sem falar que é a última oportunidade de acertar seus barcos em regata para a Semana de Vela”

Confira as súmulas:

HPE25

C30

RGS

Bico de Proa

Fonte: Balaio de Ideias

 

YCSA promove Curso para Técnicos e Instrutores de Vela durante a Páscoa

Durante os três dias do feriado de Páscoa o Yacht Club Santo Amaro vai promover um curso para Técnicos e Instrutores de Vela. O público alvo são instrutores, técnicos de vela e professores de educação física que saibam velejar. Dentre os tópicos abordados estão ensinar X treinar; jogos e exercícios recreativos; qualidades de um bom técnico e fundamentos do ensino.

Durante os três dias  os alunos terão aulas teóricas pela manhã, a partir das 8h30, e aulas práticas no período da tarde.

Para mais informações, contatar Marco del Porto, no telefone (11) 5687-8847.

 

Vento Sul marca a Regata Cidade de Florianópolis

unnamed (35)

Em 2016, a capital catarinense completa 343 anos e um dos eventos marcados para as comemorações do aniversário do município foi a realização da Regata Cidade de Florianópolis. E neste sábado (19), data da competição, nada mais marcante do que os velejadores serem recepcionados por vento sul, muito característico da Ilha de Santa Catarina. Com condições de 12-15 nós, a flotilha oceânica do Iate Clube de Santa Catarina teve pela frente uma velejada muita técnica pelo percurso triangular montado na Baía Norte.

Com largada próximo ao Trapiche Municipal, as embarcações das classes C30, ORC e RGS iniciaram a regata as 12h05, pontualmente, válida como segunda etapa da Copa Veleiros de Oceano. O percurso triangular foi composto por uma boia (1) nas proximidades do mangrulho (próxima à Ilha dos Guarazes) e outra boia (2) na Ponta do Leal (Estreito).

Na classe ORC, o veleiro Absoluto foi o vencedor após o tempo corrigido, deixando o atual campeão brasileiro da categoria, Catuana Kim, na segunda posição. A disputa entre as duas embarcações foi bastante equilibrada, com vantagem de pouco mais de um minuto para a tripulação vencedora. Em 3º lugar ficou o Melody 5.

Entre as embarcações da RGS A, vitória para o Bruxo, seguido por Bom Abrigo, vice-campeão da etapa. Já na RGS Cruzeiro, melhor para o Carino, com o Xamego fechando em segundo. Completando a lista de vencedores do dia, o Zeus foi o campeão entre as embarcações C30.

Ao final da Regata Cidade de Florianópolis as tripulações foram premiadas na Sede Central do Iate Clube com reproduções de obras do artista Domingos Fossari. Nascido no Rio Grande do Sul em 1914, o chargista, ilustrador, pintor e caricaturista retratou Florianópolis como poucos, durante os mais de 40 anos que viveu na cidade. Uma justa homenagem do Iate Clube de Santa Catarina ao grande artista.

A próxima etapa da Copa Veleiros de Oceano será realizada no dia 16 de abril com as disputas da Regata Fortaleza.

Zuada, Morning Breeze e Patoruzú vencem Taça Comodoro de Oceano

Taça Comodoro 2016 - Gaúcho-Cabanga

Treze embarcações participaram, neste domingo (20), da edição 2016 da tradicional Taça Comodoro na classe Oceano. Zuada, de Antônio Antunes (RGS B), Morning Breeze, de Guilherme Araújo (RGS A), e Patoruzú, de Higínio Marinsalta (Mocra Regata) venceram nas suas respectivas classes. O troféu Fita Azul ficou com o veleiro Patoruzú

Com vento sudeste variando entre seis e sete nós, as embarcações partiram do Marco Zero com destino a boia de Ituba por bombordo, a Norte por bombordo, a da Maternidade por boreste. Com 2h18min32, o Patoruzú cruzou a linha de chegada em frente ao PIC.

A Taça Comodoro foi válida pela terceira etapa do Campeonato Pernambucano de Veleiros de Oceano 2016.

Fonte: Cabanga